segunda-feira, 29 de junho de 2015

MONTE GORDO...PRAIA


Monte Gordo foi o meu destino durante 5 noites/6 dias. 

Fui assistir à "Copa do Guadiana" porque o meu neto foi participar. 

Mas, fora dos jogos havia tempos livres e, 

deparei-me com a questão, o que fazer? 

Mal parecia que não fosse até à praia... e, 

aproveitei para fazer o que mais gosto: fotografar!


Monte Gordo é uma freguesia portuguesa do concelho de Vila Real de Santo António. Foi elevada a vila em 12 de Junho de 2001.

Apenas a 3 km de Vila Real de Santo António, esta antiga vila de pescadores, situada entre um vasto pinhal e o mar foi pioneira na exploração turística no Algarve, com a construção de um dos primeiros hotéis da região nos anos 60. 

Com uma extensa e bela praia, um clima ameno e várias zonas pedonais, em calçada portuguesa, Monte Gordo é um dos principais destinos turísticos do Algarve. 

Monte Gordo oferece também para além da praia outras actividades de lazer, como o casino, e um grande número de bares e de restaurantes onde poderá apreciar a gastronomia algarvia, rica em peixe e mariscos. De destacar a procissão da Nossa Senhora das Dores no segundo domingo do mês de Setembro, acompanhada por barcos de pescadores, meticulosamente adornados, ao longo de toda a baía. 





então...ali ando pela praia de máquina ao pescoço, 

preparada para tudo registar...

encontrei uma menina e um menino na casa dos 7/8 anos a fazerem este

belo castelo, não resisti e pedi-lhes autorização para fazer uma foto do

 seu belo trabalho, ao que eles acederam e depois meti conversa: 

- qual o nome do vosso castelo, perguntei eu; 

o menino disse: é o castelo das fadas 

e a menina disse: pode ser o castelo do arco-íris...

perguntei-lhes o que havia dentro do castelo e explicaram-me as divisões

 que fizeram: a sala de entrada no castelo, a sala de estar, 

os quartos e uma sala de ballet...enfim, achei o máximo! 

Foi bom conversar com 2 crianças cheias de sonhos!




também gosto de registar... reflexos 

bem como uma visão de toda a área circundante 

Das 2 vezes que dei um saltinho à praia, 

não ultrapassou os 20 minutos de  cada vez, 

foi mesmo para fotografar, 

porque é um problema não querer estar ali à torreira do Sol, 

não me sentir bem com o imenso calor 

e também não gostar de sentir a areia nos pés...


Tenho 4 diferentes formas de ver o Algarve: 

1 - na época baixa 
2 - na época alta 
3 - com família 
4 - sozinha 

Lógico que prefiro a junção de duas: na época baixa e sozinha! 

Foi o que aconteceu em Março passado, quando visitei Loulé e adorei, 

desta vez fui mesmo na época alta e com família...

Contudo houve um momento mais que perfeito, 

foi a minha visita a "Cacela Velha" com uma vista magnífica 

para a "Ria Formosa" que mostro na foto seguinte 

e que em breve farei um novo post...


terça-feira, 2 de junho de 2015

CASTELO DE TRAKAI NO LAGO GALVE


Viajar e conhecer outras culturas abre a nossa mente, 
e faz-nos entender melhor como o mundo funciona. 
Ficamos com ideias novas, de cada lugar novo...
Em resumo, viajar e ver a natureza nos enriquece os olhos, porém, 
viver o lugar e a cultura intensamente nos enriquece a alma. 
Cada dia que passa, prefiro muito mais visitar lugares 
de beleza indescritível, onde posso estar em contacto com a Natureza!


Chegar a este magnífico lugar, sentar-me na esplanada 

e, ver à minha frente, o quê? 

Um belíssimo lago e o Castelo de Trakai, 

uma charmosa fortaleza em estilo gótico-romano sede do poder lituano.


Trakai Castle é talvez o destino turístico mais famoso 
do pequeno país europeu da Lituânia. 
O facto é que, embora seja um país pequeno, ainda há muito para ver 
na Lituânia. Vamos encontrar belos lagos, florestas, colinas, flora rara. 
Para mim foi mesmo o lugar turístico mais interessante. 
Adorei toda a área envolvente.





A visita incluiu um passeio de barco pelo "Lago Galve"



quinta-feira, 7 de maio de 2015

LA ARQUITECTURA PRERROMANICA ASTURIANA - UNESCO


Uno de los atractivos singulares de la iglesia de San Julián de los Prados 
en el conjunto de pinturas murales que decoraba toda la iglesia. 
Se trata de una decoración anicónica y geométrica, similar a la que debió cubrir 
las iglesias y palacios durante los siglos de la monarquía visigoda, 
recordando los concilios y la corte de Toledo.
La construcción de San Julián de los Prados fue declarado Bien de Interés Cultural 
en 1917 y Patrimonio de la Humanidad en 1998, 
pese a ello su estado de conservación no es el idóneo al estar situada en una 
de la vías con más tráfico de Asturias, 
la autovía Y que une los principales municipios del Principado.


Um pouco afastada do centro de Oviedo, fica esta pequena igreja, bastante antiga 
e interessante. Tivemos uma visita guiada ao seu interior, 
mas...logo com a proibição de fotos (o que me irrita solenemente).
San Julián de los Prados es la iglesia mejor conservada 
del Periodo Prerramirense del Arte Prerrománico Asturiano. 
En bable se llama San Tullán o Santullano. 
Realmente el templo está consagrado a dos mártires egipcios: San Julián y Santa Basilisa. 
Fue mandada construir por Alfonso II el Casto, bajo la dirección de su arquitecto, 
el maestro Tioda, a comienzos del siglo IX, entre los años 812 y 842. 
La iglesia está construida con sillarejos muy irregulares y sillares en las esquinas. 
Es de notables dimensiones - siendo la más grande de todas las de la 
arquitectura prerrománica asturiana- con una cuarentena de metros a lo largo 
y una treintena a lo ancho. 


Praças - Jardins - Rotundas por OVIEDO




Esta é uma das mais de 100 esculturas dispersas pela cidade.
Representa a mulher mexendo na panela, uma bela fabada asturiana!

O arquiteto espanhol Santiago Calatrava foi o responsável pelo design do 

“Centro de Convenções Princesa Letizia” em Oviedo. 


domingo, 12 de abril de 2015

PICOS DA EUROPA - FUENTE DÉ



Um novo ano... 2015
há muito que sonhava visitar os "Picos da Europa"
ouvia cada história que me assustava
mas, decidi...enfrentar o medo e aventurar-me na realização do meu sonho!

Há exemplos de pessoas que não deixam esse factor ser maior do que a vontade de conseguir o que desejam.
Tentar livrar-se do medo quando este é inevitável pode ser um grande bloqueio para o seu avanço. Ao invés de gastar as minhas energias e tempo nessa tentativa, decidi aceitar o meu medo. 
Levei-o no caminho para o meu sonho
fui no teleférico de olhos bem fechados
ouvia os comentários das pessoas que iam ao meu lado
aprendi a ser superior ao medo, tomei o controle das minhas emoções e decisões. Quando desci aqueles 800 e tal metros, já vim de olhos bem abertos.
Fiquei tão feliz por ter ultrapassado outro dos meus medos!!!



Os Picos de Europa são uma formação montanhosa na Cordilheira Cantábrica, ao norte da Espanha.

Esta formação calcária estende-se pelas Astúrias, Cantábria e Castela e Leão, destacando-se pelas suas altitudes, em muitos casos acima dos 2500 metros, pelo próximo que estão do mar Cantábrico, já que no seu ponto mais setentrional distanciam-se apenas 15 quilómetros da costa. 

Geograficamente, os Picos de Europa encontram-se na linha da Cordilheira Cantábrica sendo, no entanto, considerados como uma unidade independente desta, já que a sua formação aparenta ser mais recente. 
Os Picos de Europa dividem-se em três grandes maciços: O Ocidental ou Cornión, o Central ou dos Urrieles, e o Oriental ou de Ándara. 




Os Picos de Europa tem acidentes geográficos de grande interesse geológico e paisagístico, perfeito para quem é apaixonado pela fotografia de paisagem natural. 

Esta gigante formação calcária destaca-se pela beleza dos seus contrastes, com o verde da floresta a irromper pelas encostas brancas das majestosas paredes calcárias. 

Uma viagem às Astúrias e à Cantábria é bem mais do que uma imersão num inestimável património natural de que é ex-líbris a cordilheira dos Picos da Europa. 

Como ponto alto do passeio foi a subida de teleférico em Fuente Dé. 



domingo, 22 de março de 2015

XIV edição do TRIATLO INTERNACIONAL DE QUARTEIRA


Um post diferente de todos os que já fiz...

um género de reportagem de um evento desportivo, 

que tive oportunidade de acompanhar, ontem, na QUARTEIRA...

estas 5 imagens foram captadas do alto do 5º andar, 

a mais de 500 metros de distância; os atletas faziam treinos 

para as provas que tinham início sábado e terminam domingo!





Selecção Nacional na Quarteira

O dia que antecede a disputa da primeira prova, 

serviu para os atletas se familiarizarem e perceberem 
as abordagens técnicas dos percursos, 
para poderem marcar a diferença junto dos seus adversários. 

Depois do reconhecimento da bike,  
os atletas fizeram o reconhecimento do percurso 
no segmento de natação. 

A boa disposição era constante, 
embora as condições climatéricas não tenham sido as melhores.




na imagem acima, um treinador juntou os seus atletas 

e está a dar dicas para a prova, todos atentos aos seus conselhos; 

na imagem abaixo, mais uma vez reparo 

na falta de gosto destas organizações: 

várias pessoas queriam fotografar esta placa: 

LOULÉ cidade europeia do desporto 2015 

e, ouvi comentários sobre uma tenda da super bock, que foi colocada

 mesmo por trás da placa, que mau aspecto, francamente! 

Tendo a Quarteira um fundo lindíssimo de mar azul 

porque fazem tudo sem gosto, sem brio profissional...?




XIV edição do Triatlo Internacional de Quarteira, 

aquela que é considerada a Cidade Europeia do Desporto. 

Federação de Triatlo de Portugal escolheu o Dom José Beach Hotel 

para reunir os candidatos à prova, por isso, 

desde 5ª feira que era um corropio de bicicletas, no hall do hotel. 

Pessoas de vários países, em maior destaque alemães e franceses. 

Gente muito jovem trouxe alegria e movimento ao ambiente do hotel.


Restaurante "Boémio" com refeições a 5,50€ seja almoço ou jantar

 mantinha-se fechado...nos finais de Março, é inaceitável.




em frente ao hotel, tudo preparado para o início da prova, este sábado