domingo, 14 de outubro de 2018

COVENT GARDEN


Neste sábado a escolha foi COVENT GARDEN 

num outro post já contei a minha aventura neste dia, 

a primeira imagem foi antes da péssima aventura que tive, 

depois lá consegui ir para a zona do rio 

e fazer um passeio de barco no Thames, 

que foi mesmo uma bela escolha. 




O dia estava magnífico, 

adequado a um passeio deste género pelo rio...

O barco ia cheio de turistas.





além de ver as paisagens nas suas margens 

também tinha que fazer de fotógrafa da minha neta 

que estava constantemente a pedir: 

Avó, faz-me uma foto assim, faz-me uma foto assado... 

desde que faça o que ela quer, está sempre sorridente, 

o pior é se a contrario... 





quando o passeio terminou, 

fomos para a zona da LONDON EYE





 FOMOS VER OS PREÇOS

27 euros preço de adulto seria para mim e para ela seria 22€ 

ou seja para as duas era 49€ 

só que não era minha intenção fazer o passeio, 

nem ela manifestou interesse; 

gostou muito mais do passeio no rio!





na mesma zona visitamos as Aventuras de Shrek, 

ou seja vimos a loja nada mais! 

Estava na hora de pensar onde jantar 

e voltamos a apanhar o metro para a zona de Covent Garden.





Eu tinha estado em Covent Garden em 1993, 

há 25 anos e queria ver, 

como estaria agora tantos anos depois!






gostaria de ter jantado dentro do Covent Garden, 

mas a minha neta embirrou que queria ir 

a um restaurante italiano comer uma massa ou lasanha, 

daí que na imagem acima ela esteja de costas viradas 

pois tem que ser tudo como ela quer, acabaram-se os sorrisos.

Continuei a captar imagens de "Covent Garden"!






até que, nas redondezas encontramos um restaurante italiano 

e lá fomos comer lasanha...no "Pasta Brown"






de regresso à estação de metro 

voltei a captar mais umas imagens 

e lá fomos para o Hotel

no percurso de metro assim que a porta abria 

ia captando imagens dos nomes das estações

Marble Arch

LANCASTER GATE foi onde fiquei hospedada há 25 anos

muito próximo do Hyde Park






depois NOTTING HILL 

que acabei por visitar no último dia em Londres 

e vim felicíssima por o ter feito, 

mas... hoje arrependo-me 

de não ter saído em HOLLAND PARK e ter ido espreitar!



domingo, 30 de setembro de 2018

THE TRAVEL BOOK SHOP - NOTHING HILL



Esperava este "MOMENTO PERFEITO" 

há muitos anos, 

desde que vi o filme em 1999. 

A "Livraria" do filme, agora é uma travel book shop, 

que vende souvenirs de Londres.




Foi no meu último dia em Londres, que decidi: 

é hoje e porquê? 

Porque todos os dias quando ia e vinha de Londres, 

de metro, a caminho do Hotel, eu passava 

naquela estação de metro: NOTHING HILL

Pensei: 
nunca estive tão perto do lugar que quero muito conhecer 

e, no último dia não resisti...




Eu e a minha neta, depois do pequeno-almoço, 

arrumamos as malas, 

ficaram entregues na recepção do Hotel 

e, bora lá apanhar o metro, 

eram apenas 3 estações e lá fomos. 

No caminho ia falando-lhe do filme e contei-lhe 

que há muitos anos que queria ir ver a "Livraria" do filme! 

Ela via-me tão entusiasmada e lá me acompanhava...





Dentro da loja algo que faz referência ao filme!

Bem olhei para todos os cantos 

e descobri esta placa com o cartaz do filme

Venda de souvenirs de Londres, 

como estes ímans de madeira.




Mas, foi uma aventura para lá chegar. 

Assim que saí do metro, comecei logo a perguntar onde era, 

entrei numa livraria e o funcionário deu-me um papel 

com toda a descrição do percurso; vou a outra loja 

e o senhor muito mal encarado disse-me: 

Ui...já foi quase há 20 anos, já não existe...

Só que, quanto mais difícil parecia, mais entusiasmada fico 

e sem exagero, devo ter perguntado a umas 15 pessoas 

até chegar em frente da loja. 

Andava 50 metros e perguntava... 

quando me dei conta que ia numa estrada com casas sem cor, 

voltei atrás pois tinham-me dito que havia casas muito coloridas 

e foi nesta esquina que, mudei de direcção!







Cá estou eu, em Portobello Road... 

era 2ª feira por isso, tudo muito calmo, 

pois durante o fim de semana 

acontece o Mercado de Portobello!







Na realidade era uma correnteza de casas bem coloridas 

e, eu continuava o meu caminho, 

em busca da Livraria onde foi rodado o filme!






assim, concretizei o sonho 

que tinha, quase há 2 décadas 




quinta-feira, 13 de setembro de 2018

FIM DO DIA... NA COSTA DA CAPARICA


Ao fim de dois anos voltei à Praia da Riviera, 

na Costa da Caparica, com uma amiga 

e lá fomos em busca dos homens, do barco 

e dos tratores para a pesca de ARTE XÁVEGA 

Antes de chegar junto deles, ia fazendo uns clics 

tal era a vontade de clicar... 

Tudo muito calmo, sereno demais, 

as gaivotas eram donas e senhoras do areal.




Cruzo-me com o carro do Instituto de Socorros a Náufragos (ISN) 

organismo integrado na estrutura da 

Direcção-Geral da Autoridade Marítima e, com dois surfistas!




ADORO estar na praia, ao fim do dia, 

naquela hora em que partilho o espaço 

apenas com as gaivotas...




em que capto o traçado das rodas dos tratores





enquanto espero o momento do barco ir para o Mar, 

vou olhando para outros pormenores: 

as redes de pesca assim penduradas na borda do barco;

uma ou outra pessoa que vai molhar os pés;

as caixas que já tiveram o peixe dentro 

invadidas pelas gaivotas, pelo cheiro a peixe;






pessoas que vão chegando;

os pescadores conversando enquanto esperam 

pela mudança do vento, todo o aparato 

para acontecer uma quarta ida ao Mar...






nas imagens acima, 

gaivotas que já conseguiram o seu pitéu;

para ocupar o tempo enquanto se espera, 

esta senhora come uma bucha...




alguns pescadores jogam à bola





olho ao longe, vejo os prédios da Costa da Caparica 

envolvidos numa neblina (não vai haver pôr-do-Sol)

e, outra zona com barco, pescadores 

e tratores à espera de voltar ao Mar, 

mais dezenas de gaivotas 

que começam a preparar o seu descanso nocturno!




Bem agasalhadas e protegidas para a brisa nocturna, 

as duas senhoras continuam à espera 

que chegue a hora da faina!




No próximo post mostrarei o que se seguiu a estas imagens;
Aqui, termino com o contra-luz 

que foi possível na quinta-feira passada.