quinta-feira, 9 de agosto de 2018

PALÁCIO REAL DE LA GRANJA DE SAN ILDEFONSO




PALACIO REAL DE LA GRANJA DE SAN ILDEFONSO 

os meus MOMENTOS PERFEITOS 

acontecem em vários lugares do Mundo! 

Aqui próximo, nos arredores de MADRID 

descobri este lugar maravilhoso




Um circuito de 6 dias/5 noites que descobri 

num catálogo de viagens espanholas

com o título: 

"TOUR por MADRID seus palácios e monumentos"






Fui em finais de Maio de 2016

Primavera e tudo tão verdinho...

Neste género de circuito há programa definido para 

4 dias de visitas, no meio... há um DIA LIVRE 

em que podemos ficar no Hotel e pensão completa a descansar 

ou optar por uma excursão opcional de dia completo




a excursão opcional de dia completo 

era a SEGÓVIA e ao Palácio da Granja de San Ildefonso; 

Eu que não gosto de perder nada, 

nunca iria ficar a descansar no Hotel, 

daí que decidi comprar a excursão 

e foi uma excelente e agradável surpresa, para mim esta visita!




Há visitas que são enfadonhas e pouco se vê de belo, 

apenas o interior dos palácios 

e ouve-se a história dos mesmos

Mas, aqui além de ter visto um pouco do interior do Palácio Real 

ainda nos deram 1 hora e meia para visitar 

os seus maravilhosos jardins!





Caminhar livremente por estas ruas de terra batida 

e ir encontrando em cada esquina fontes e fontanários, 

foi uma agradável e fabulosa aventura!







Escreverei toda a informação nos comentários, 

para quem estiver interessado.

O Palácio Real é de estilo barroco, 

com jardins de estilo francês e fontes esculturais.




Informação sobre horários de visitas e preços




É com este meu espírito aventureiro 

que vou a lugares do Mundo maravilhosos, 

são os meus MOMENTOS PERFEITOS 



sexta-feira, 3 de agosto de 2018

DUNDEE COURIER





NO TOUR pela cidade de LONDRES passei por "Fleet Street" 

que era o "Bairro Alto" de LONDRES, 

o lugar onde se concentravam os jornais e os restaurantes 

onde iam tipógrafos e jornalistas. 

Já não há jornais por lá... 

O último a sair de Fleet Street foi o semanário escocês 

SUNDAY POST, em Agosto de 2016.




Ao ouvir pelos auriculares as explicações em português 

dentro do Bus turístico... muitas histórias reais ouvi 

e aprendi sobre a cidade de LONDRES

UM DOS FACTOS 

foi como surgiu o grande incêndio de Londres, 

que começou dia 2 de setembro de 1666, 

na padaria de Thomas Farriner em Pudding Lane!

Este pilar foi construído em homenagem a esse infortúnio 

e tem a mesma altura que atingiram as labaredas no incêndio.





e o Tour continuava, 

ao longe vemos a TOWER BRIDGE

dentro de instantes estarei a passar nessa ponte





Aviso: Limite de peso na Tower Bridge - 18 toneladas! 






ao atravessar a ponte 

podemos observar os edifícios nas margens do Tamisa,

entre eles "The Shard" também conhecido como 

the "Shard of Glass" o edifício mais alto de Londres






na imagem acima 

o local onde se pode entrar para visitar a TOWER BRIDGE

em baixo imagem de parte da TOWER OF LONDON






Aqui a paragem do Bus para quem quiser sair e ir visitar 

The Tower of London




muitos turistas jovens escolhem a bicicleta 

como meio de transporte para visitar toda a cidade, 

há muitas para serem alugadas...




deixei esta imagem para o final do post 

precisamente por ser um tema importante

Também aprendi através das explicações que ouvi 

no Bus turístico que, placas azuis nas paredes de alguns 

edifícios em Londres, quer dizer: 

"Alguém importante morou ali"

Passei por algumas destas placas, mas quando as via 

não tinha já tempo para fazer o clic, 

daí que só consegui apanhar esta:

aqui morou STELLA, LADY READING (1894 - 1971)


(nos comentários explicarei melhor)



sábado, 14 de julho de 2018

PIOR A EMENDA QUE O SONETO




Se alguma vez me dissessem que eu iria estar numa 

manifestação LGBT eu diria: Impossível. 

Não que tenha preconceitos, mas...

se não vou a manifestações nenhumas, porque iria a esta? 

No entanto, neste sábado, dia 7 de Julho de 2018 

dei por mim, no meio desta manifestação, em Londres!






Eu tinha ido a Piccadilly Circus no dia anterior, sexta-feira 

e lá descobri um vendedor dos tickets para o BIGBUS London

e, ali mesmo uma das paragens...onde entrei 

e comecei o meu Tour de 48h 

Pois, no dia seguinte pensei: 

Vou outra vez até Piccadilly Circus 

porque já sei que o Bus passa e pára lá 

e começo o meu Tour de sábado...só que, 

longe de imaginar o caos que estava em Piccadilly Circus!





Assim que subimos do metro para a rua deparámo-nos 

com estas imagens, a minha neta excitadíssima 

e com o telemóvel a gravar os cânticos e gritos, pois 

também ela nunca tinha estado numa manifestação.

Eu vou ter com a moça da paragem do Bus e pergunto-lhe: 

Como apanho o Bus hoje? 

E ela: aqui não vai passar todo o dia...

Bem, foi um transtorno esta manhã de sábado, 

pois a manifestação obrigou ao fecho de muitas ruas, 

a desvios em rotas e a paragens dos Bus vazias...





sem saber o que fazer... decidi voltar ao metro 

e ir até COVENT GARDEN 

OK foi mesmo "Pior a emenda que o soneto" 

que quer dizer: cair em pior erro do que o erro anterior, 

pois quando cheguei a Covent Garden parecia tudo normal 

e, começo a perguntar em que rua passam os Bus turísticos, 

vou andando, andando e depois de andar Kms 

completamente exausta, já me arrastava, 

apercebo-me que nenhum Bus andava por aquela zona!






até que, de repente avisto ao longe dois Bus 

e fico à espera para ver qual o seu destino, 

mas...mais uma vez, fico sem qualquer ajuda 

pois eram dois Bus que faziam um percurso nada normal: 

Wedding Special - Congratulations!

Nunca tinha visto tal coisa... 






Começo a andar no sentido oposto ao que tinha ido 

e faço o percurso de regresso à estação de metro 

de Covent Garden, outra vez...pois ali não passavam 

nenhuns Bus; vou-me cruzando com pessoas vestidas 

a rigor para a manifestação, pois em Londres 

naquele sábado todos os caminhos iam dar ao mesmo! 

Inclusivamente a "Torre" 

também fazia referência à manifestação LGBT





de regresso à estação de metro de Covent Garden, 

vejo então uma espécie de manifestação, 

não tão grande como a de Piccadilly Circus, 

mas o suficiente para que não circulassem autocarros na zona 

e decido ir outra vez de metro, pensando qual seria 

a melhor paragem e fui até Marble Arch... 

Com isto perdi mais de quatro horas, 

perdi dinheiro em viagens de metro, 

fiquei completamente de rastos fisicamente, 

MAS...se não fosse as caminhadas por várias ruas 

de Covent Garden, eu não teria visto 

o "Memorial de Agatha Christie", 

que casualmente encontrei numa esquina!




quarta-feira, 11 de julho de 2018

BAPTISMO DE VÔO



Mais uma subida às nuvens, só que desta vez 

acompanhada pela minha neta, para o seu "Baptismo" de vôo 

a caminho de LONDRES... Feliz pela experiência!




muito cedo chegamos ao aeroporto e, aqui 

vencida pelo cansaço adormeceu

Próxima imagem já vemos o rio Tamisa, 

Londres está aos nossos pés...




Aterramos em Heathrow, foi muito complicado 

andar com as malas sem saber para onde ir, 

tivemos que cambiar o primeiro dinheiro 

e fomos literalmente "roubadas" 

pois só havia aquela banca de câmbio, 

quando há muitas a concorrência não permite grandes roubos, 

mas ali... era obrigada a cambiar 

para comprar o cartão Oyster para usar o autocarro e Metro! 

Depois de uma viagem de 1h 30m num autocarro a ferver, 

não tinha janelas nem ar condicionado 

chegamos a Greenford e saímos à procura 

da Estação de Metro, 3 malas nas mãos. 

Vá lá, aqui apanhamos o Metro da CENTRAL LINE 

e só andamos 3 paragens e chegamos aonde estava 

o Hotel onde iriamos ficar 4 noites.




Fazer o check-in, correu muito bem, tinha lido 

nos comentários de outros clientes que pediam 

100£ de depósito à chegada, 

mas...não aconteceu connosco, felizmente.

Peguei no panfleto do Metro e pensei qual seria 

a melhor opção para passarmos o resto da tarde 

e escolhi uma estação também na CENTRAL LINE, 

assim quando quisessemos regressar depois de jantar, 

não teríamos que fazer transbordos 

para outras linhas de ligação.

A escolha foi precisamente LONDON LIVERPOOL STREET 

onde várias ligações ali chegam, no nosso caso a do Metro.





Saímos para o exterior e logo numa esquina 

vimos este PUB e numa quinta-feira depois das 18h 

é esta a vida dos Londrinos, de pé com um copo na mão

convivem alegremente depois do trabalho.

O primeiro contacto com a vida agitada de Londres 

para a minha neta, que apreciava os modelos dos táxis! 





Sendo Londres uma cidade plana, vimos em muitos lugares, 

imensas bicicletas para alugar...




Depois uma Loja muito colorida e cheirosa 

com todo o género de "sweets"

convidava a entrar e ver a variedade de caixas de doces





Continuando a nossa caminhada em busca da novidade, 

descobrimos esta simpática Praça, onde muitas pessoas 

ali se sentavam, ao fim do dia de trabalho, 

e outros por lazer, apreciando o modo de viver, 

foi o que nós também fizemos!




Para nosso espanto acontecia um espectáculo de rua, 

em que as pessoas pura e simplesmente 

dançavam ao ritmo de músicas antigas






Ainda fomos até à porta do PUB ver o que serviam 

para jantar, mas acabamos por escolher outra opção, 

na "Pizza Express", aqui já com um refrescante sumo 

à frente, esperavamos a comida... e, descobrimos 

que o moço que nos atendeu é brasileiro 

já esteve em Lisboa a trabalhar também na restauração 

e foi uma conversa animada.




Voltamos à estação 

para apanhar o Metro de regresso ao Hotel




em baixo, lá vai ela, a sair do Metro

já na estação onde estava o Hotel, 

ainda era cedo, pois eu tinha dormido apenas 2 horas 

na noite anterior e precisavamos de descansar, 

depois de um dia muito intenso!