quinta-feira, 22 de janeiro de 2009

MOMENTOS NA ÍNDIA

Quando visitei a zona onde está o arco chamado "Porta da Índia" encontrei este moço que vendia chá e café; tinha um termo onde as bebidas se mantinham quentes e os copos no balde. Captei a imagem, mas não mostro o rosto dele, pois poderia não gostar.
Existe uma grande concentração de pessoas neste local, onde até costumam fazer piqueniques e ele andava a ganhar a vida desta forma.
Para subir ao Forte Amber, há uma quantidade enorme de elefantes, até fazem fila, para os turistas se sentarem na cesta e partirem encosta acima.
Como muito bem escreveu o meu amigo Mocho:
..." sem dúvida uma experiência que nunca se esquece, os elefantes sobem a montanha com os turistas que chegam aos magotes para serem recebidos ao som estridente e majestoso de cornetas e tambores como se de verdadeiros marajás se tratassem..."

Curiosa esta foto; faz-me recordar os tempos em que vivi em Moçambique e encontrava estes barbeiros de rua, com frequência.
O mesmo aconteceu na Índia.

As lojas de rua dos indianos. Em qualquer lado eles montam uma banca e vendem aquilo que pode ser vendido. São imensas lojas destas que encontramos ao longo das estradas por onde passamos.

30 comentários:

Isabel José António disse...

Querida Amiga Tulipa,

De facto, dá que pensar como um país com uma cultura tão ancestral, berço do budismo e de ensinamentos tão profundos, chega a estas contradições tão díspares de hoje.

São assim os ciclos na vida das pessoas, da Natureza, das sociedades. Começam, decorrem, atingem o pico e depois começam a decair. Dessa estagnação surgirá depois um novo ressurgimento.

Muitos parabéns.

Um abraço

José António

Paula Raposo disse...

Sempre interessantes as tuas reportagens. Gostei. Muitos beijos.

Gata Verde disse...

As tuas imagens são lindíssimas...

beijinhos

Vieira Calado disse...

Passei para beber um chá desse camarada e deixe-lhe

então

aquele abraço

de que falou.

Esse mesmo!

UMA PAGINA PARA DOIS disse...

Lindíssimas as imagens!
A Índia deve ser fascinante, gostaria de conhecer
Abraços

Izinha disse...

Belíssimas fotos...tb gostaria de conhecer a Índia.

bjos e ótimo dia prá vc...Izinha.

Agulheta disse...

Querida amiga! A índia tem um pouco disto as contradições do mundo de hoje,pois vejo em certos lados esta forma de vida,que já não se compadece com sociedades modernas.Mas gostei da reportagem que dás a conhecer e fotos.
Beijinho e bfs

Artista Maldito disse...

Olá Tulipa

Gostei tanto do que acabo de ver no seu blog, a Índia é um país misterioso e eu adoro elefantes. Há por detrás das suas fotografias um olhar certeiro para a realidade do mundo, assim como para o colorido que transforma os lugares e neles se reflecte a vida.

Eu desejo-lhe muito sucesso na sua exposição, não é aqui no Porto? Se for diga-me porque gosto imenso de fotografia.
E muito obrigada pela sua visita.

Voltarei a esta sua casa e deixo-lhe um beijinho,
Isabel

paradoXos disse...

Será que já posso dizer que estive lá? nao. pelo menos aproximei-me!! sim. as tuas imagens nos trazem um pouco da viagem... é estar um pouco lá!
- bom trabalho!!

teu beijo
teu amigo, Heduardo

paradoXos disse...

Será que já posso dizer que estive lá? nao. pelo menos aproximei-me!! sim. as tuas imagens nos trazem um pouco da viagem... é estar um pouco lá!
- bom trabalho!!

teu beijo
teu amigo, Heduardo

Labouré Lima disse...

No Brasil, neste momento, acompanho na TV a novela "Caminho das Índias"... que me faz questionar sobre os diferentes caminhos do mundo, por onde um pedaço de mim tem vivido, no corpo da minha amada filha Raquel, a mais nova, que emigrou em 2002, tornando-se mais uma cidadã a perscrutar os costumes dos povos, com os sabores e as cores maravilhosas da natureza que os envolve. Sim, entre Novembro e Dezembro de 2008, ela e o noivo, estiveram em viagem pela Índia. Hoje, estão na Austrália, junto da família dele a preparar o casamento civil marcado para 17/02/09 em Melbourne. E o religioso, a acontecer numa cerimonia budista em 06/03/09 na ilha de Koh Phagan - Thailandia. Neste Janeiro, meu coração sofre ataques de antagonismo, e se divide em um mixto de sensações... uma parte vive a alegria da aproximação desse acontecimento tão importante para as duas famílias, sendo que o outro lado de mim, está triste e entediado por não presenciar tal evento, face ao estado de saúde da minha mãe... Mas o meu espírito permanece livre, e este sim, estará naquele pedaço de paraíso, a viver todas as emoções do casamento da minha amada Raquel e o "mais novo filho" James. Onde, a única presença da família da noiva, será sua irmã Ana Paula, minha primogênita que mora em Barcelona e já se prepara com alegria para a viagem.

Mande boas energias!
Vibre comigo nessa sintonia!
O espírito feliz supera tudo!

Obrigado por me trazeres essas sensações, paradoxalmente, tão próximas da alma, mas muito distante da realidade geográfica em que vivo. Com vivo interesse nas inserções de vosso blog,

Beijos de carinho e amizade.

São disse...

Eis uma viagem que adoraria realizar.
E com estas tuas fotografias tão elucidativas aguçaste essa vontade!
Bom domingo.

Papoila disse...

Olá Tulipa:
Cada uma das tuas fotos fazem-nos perder em pensamentos. A Índia que não conheço, país de cores e contradições lindamente retratada.
Beijos

heretico disse...

gostei muito. das imagens e lustração de texto.

beijos

Nuno de Sousa disse...

Tens aqui belos momentos vindos da Índia, momentos de grande qualidade, imagens só possíveis na Índia e lindas... essa tua exposição que vais fazer vai ser um enorme sucesso disso não tenho dúvida.

Bjs grandes amiga,
Nuno

Teófilo M. disse...

Mostras aqui bocados que me fazem sempre uma certa impressão, que é ver o estado de pobreza de uma população num país rico.

Gosta das cores quentes da India, das suas especiarias, dos seus interessantes contrastes.

Qualquer dia, perco a cabeça e aí vou...

legivel disse...

... destinos diferentes, outras culturas, diversos modos de vida.

E também -muito claro, o teu gosto pelo conhecimento de quem não nos está próximo.

abraço.

Poemas e Cotidiano disse...

Tulipa,
Que linda viagem! Nossa, fui com voce...
Teria medo em subir nesses elefantes...voce foi?
Essas barraquinhas (a foto final) me lembra o Brasil. Essas barraquinhas nas ruas vendendo tudo...
Muito lindo tudo!
Beijos carinhosos
MARY

A Flôr disse...

Bom dia minha querida Amiga! :-)

Que tudo esteja a correr bem contigo linda!

As imagens que partilhas connosco são imagens REAIS.. vistas "in loco" por Ti... és uma mulher do mundo...

Como está a tua sobrinha? Até tenho receio de te perguntar!!!

Se puderes passa no meu canto para saberes das últimas...

Tem o resto de uma boa semana.

Beijinho doce e amigo te deixo no teu coração

Flor

Ferreira-Pinto disse...

Olá TULIPA ... é caso para dizer que, mais uma vez, a palavra se aliou à imagem em beleza e cor!

Rafeiro Perfumado disse...

Tulipa, é uma viagem que um dia pretendo fazer, mas em condições, sem limite de tempo além do imposto pela minha condição económica. Um país como a Índia não merece menos que isso.

Beijoca!

poetaeusou . . . disse...

*
a ancestral india,
que continua com um povo,
dividido por castas . . .
,
lembrando cepas,
o dão, o reguengos, o alvarinho,
porquê no seculo XXI ???
,
Gostei do teu post, Tulipa,
parabens,
,
conchinhas de luz, deixo,
,
*

Marlene Maravilha disse...

Lindas fotos sobre a mística India! Gostaria de ver de perto ao vivo e a cores!
Beijo

Fotos da Lurdes disse...

Olá tulipa !!
Obrigado por visitar o meu blog...
Diz que mora na Moita!! Pois eu também pertenço à Moita mas na margem sul do Tejo.. " Moita do Ribatejo...
Gostei do seu blog ,adoro conhecer culturas, paisagens e costumes de outros lugares....
Um abraço, e boa semana...
Lurdes

Emanuel Azevedo disse...

Tens razão amiga com respeito ao que dizes desse país... mas deve ser lindo. deve ser um sonho fotografa-lo.
Tens aqui muitas fotos e lidas parabéns.

Leonor disse...

ola
creio que foi a primeira vez que passaste la no meu sitio. por curiosidade vim ver...
gostei muito.
beijinhos

Duarte disse...

A Índia, enigmática, fiel a sus princípios...
Não te alarmes, que muitas das coisas que nos estás mostrado, há pouco tempo ainda as tínhamos no nosso Portugal.
Viajar é enriquecedor, e para mim barato, já que viajo comodamente desde a minha casa através das fotografias que nos trouxestes.

Um grande abraço de gratidão.

jguerra disse...

Olá. Manter a esperança e a fé é um caminho seguro mas recheado de precalços.
Nada é certo nesta vida que levamos, por isso devemos vivê-la intensamente, de acordo com princípios.

Vamos continuando.

PS: Não tenho estado bem, parti um dedo da mão direita e daí não poder vir com a regularidade necessária nem visitar o teu blog como desejaria.

vida de vidro disse...

Pelas tuas imagens e texto, estamos um pouco lá. Obrigada. **

C Valente disse...

Gostei do que vi
saudações amigas