sábado, 10 de outubro de 2009

HOJE...RECORDO-TE

HOJE recordo o dia 10 de Outubro de 1982 - dia em que vieste ao mundo, dando imensa alegria a todos nós, há 27 anos.
Eras a 1ª "menina" da família no momento, foste sempre a "minha menina"!
Jamais me passou pela cabeça, que assim como te vi chegar a este mundo, também te ia ver partir...
Esta imagem é a tua mão envolvida por um terço com cheiro a rosas que a Tia tinha comprado quando visitou o Vaticano e trouxe como "recuerdo" de viagem.
Faço-te esta homenagem no "Momentos Perfeitos" porque foste tu que me ajudaste a criar este espaço e porque a tua vinda ao mundo foi um belo momento perfeito...
Num dia de muita dor e alguma inspiração as palavras sairam de dentro de meu coração e fiz esta poesia, pensando em ti:

FIM

Naquela tarde fria
Teu corpo fugia!
Sentimento gelado
Do tudo acabado!
Contraste mórbido
Na alma o frio
No corpo o fio
Condutor da Vida.
Com lágrima discreta
De quem olha o infinito
Ouvindo o som da máquina
De um último grito!
Thoratec de seu nome
Deu-te vida e depois a morte
Ali mesmo, no hospital
Onde te visitei algumas vezes
Tu, em estado de coma
Nada ouvias, mal reagias.
Nesse dia…
Algo me dizia:
Vai visitar a Tânia, Tia!
E mais tarde, ao entardecer
Sob pôr de sol inesquecível
Circulando no meio da avenida
Ressoa o toque do telemóvel
Marcando para todo o sempre,
Um fim!
Justo, injusto!
“Pikena”, grande mulher
pelos direitos clamava
pelos animais lutava.
Morreu!
Da nossa memória, jamais saiu!
Impotência, horrível sensação.
Parece que a nossa vida esmoreceu
Depois de meses de espera, em vão,
Ao ouvir do outro lado:
Morreu.

49 comentários:

Lídia Borges disse...

Ui! Palavras de amor e dor...

E eu aqui, a sentir um sabor amargo na boca.

Bela homenagem!

Um beijo

elvira carvalho disse...

Tânia se foi no mesmo dia que meu pai. E ambos estavam sofrendo muito no hospital. Nunca vou esquecer esse dia.
Um abraço

Brancamar disse...

Querida Tulipa,

Deixo-te um abraço apertadinho, nada mais posso fazer que te console, só o tempo o ajudará, para além da nosas presença e da nossa amizade.
Muito comovente a tua homenagem, é difícil aceitar que os mais jovens partam antes de nós.

Tenho guardado o e-mail que me enviaste antes de acabar a tua exposição aqui no Porto, quero responder-te a ele com calma, talvez ainda este fim de semana.
Esta semana e metade da anterior andei mal, depois explico e quanto à tua proposta de se deslocarem daqui da Câmara para verem os trabalhos, foi tempo de festas Municipais e eleições, não era fácil, mas é melhor por outros meios tratar disso, com calma, se estiveres interessada, depois explico pelo correio.

Deixo beijinhos

Ailime disse...

Túlipa,
A dor e o sofrimento pela perda da sua menina são dificeis de ultrapassar e a saudade fica para sempre, mas...Deus não quis que a Tânia sofresse mais e chamou-a para junto d'Ele, onde descansa em Paz.
Sentida a sua homenagem!
Que Deus a tenha na Sua eterna glória!
Um beijinho.

Paulo Sempre disse...

A Saudade supõe ausência.
A ausência, neste caso, supõe dor infinita.
Uma dor....que nos catapulta para o que já não esta aqui...
Uma procura eterna no infinito.



Paulo

Je Vois la Vie en Vert disse...

Foi grande esta onda de amizade que se formou à volta da Pikena e grande o desgosto de vê-la partir noutros ceús.
Está neste momento ao pé dos Anjos e a sorrir para a tia que lhe dedicou este poema.

Beijinhos, amiga Tulipa

Verdinha

P.S. Conseguiste as informações que querias ?

Papoila disse...

Querida Tulipa:
Deixo-te o meu abraço pela homenagem a tua sobrinha essa "Pikena" que está no coração dos que com ela contactaram mesmo que só na tela...
Abraço apertado

Justine disse...

O meu beijo de total solidariedade!

A.Tapadinhas disse...

A minha total solidariedade, por essa perda irreparável...

Beijo,
António

Nadia Mendes disse...

Tulipa um beijinho de muita força! Que mais posso dizer!
Nadia

Paula Raposo disse...

Um momento em que o meu silêncio significa solidariedade profunda! Beijos.

Laurita disse...

olá querida,não tenho palavras, só nó na garganta. Os antigos diziam que quando estes anjos partem é porque Deus precisa deles. Será? Quem sabe!... muita força minha querida para si e para todos que estão a sofrer tão grande perda. Muitos beijos

Maripa disse...

Um abraço,querida! Faltam-me as palavras.

Estou consigo.

Chris disse...

Bonitas as palavras de saudade...
um bom fim de semana
Um beijo
Chris

gotadevidro disse...

Triste e tão doloroso, mas envolto em ternura e eterna saudade.

Bom domingo e beijitos meus

Duarte disse...

Triste, comovedor...
Palavras que saem da alma...

Beijinhos

Eduardo Aleixo disse...

Deixo-te um abraço de carinho e de conforto. Deves, não obstante a dôr da separação, estar tranquila, porque a amaste em vida e a ela te dedicaste sempre até ao fim dos seus dias na Terra. Tranqujila também, acho eu, porque ela, onde está, de acordo com as minhas crenças, está no mundo da Luz . Um beijo.

AFRICA EM POESIA disse...

sem palavras.

neste silêncio...

o meu carinho.

Maria Soledade disse...

Num momento da minha vida em que ando tão fragilizada, a lidar diáriamente com o sofrimento, ao ler a tua homenagem à tua querida sobrinha apenas consegui chorar e chorar...Será que foi justo uma menina tão novinha ter partido?Para mim não. Custa-me aceitar a partida de jovens que por direito teríam aínda tanto para viver!!Para o teu anjo um beijinho ENORME, para ti, muita coragem. A saudade, essa, permanecerá para sempre...Lindo o teu poema, linda a tua homenagem!

Beijinhos Grandes

Mar Arável disse...

BJS

AFRICA EM POESIA disse...

hoje deixo para ti o meu vento que é mesmo...um vento especial

e neste dia de Saudade e dor para ti A minhaa homenagem...


O VENTO


Queria ser
O que queria ser?
Queria ser vento...
Para ser livre...
Para te tocar
E te abraçar

E de mansinho
Chegar-me a ti
E sussurrar-te
Como gosto de ti...

E devagar
Devagarinho
Ia-te acariciando
E tu ias notando
Que eu estava aí...

E o vento
Ia crescendo
E mesmo com força
Gostava de o ser...
Para que visses
A força que tenho...

Força do vento
Vento tufão
E queria...
Poder ter-te...
Sempre na minha mão.

LILI LARANJO

Mãe e filho disse...

pois é prima, todos nós sentimos muita falta da Tania. Também assim k a minha agenda me lembrou do aniversario dela, meu coração chorou.Mas sempre que fico triste, lembro me que foi o melhor para ela, pois ela ja sofria a muito tempo. agora ela esta em paz. beijos e estou a caminho de portugal, para umas longas ferias.

RETIRO do ÉDEN disse...

O Céu ficou enriquecido.
Sentida homenagem.
Forte abraço
Mer

FOTOS-SUSY disse...

OLA TULIPA, BELISSIMA POSTAGEM...LINDA HOMENAGEM...VOTOS DE UM FELIZ DOMINGO!!!
BEIJOS DE AMIZADE,



SUSY

Lilá(s) disse...

Maravilhosa postagem a tua tulipa!um beijo grande

gaivota disse...

como te entendo! um dia te conto...
deixo-me na emoção e junto-me à tua dor em todas as sentidas palavras que aqui nos deixas!
é um anjo lindo que vela por ti e por quem sempre lhe foi querido
beijinhos

Marta disse...

Nunca se esquece; fica sempre a saudade, perguntas infinitas...
Uma homenagem muito sentida...
Um abraço muito apertado...
Beijos e abraços
Marta

as-nunes disse...

Tulipa,

Não podia deixar passar este momento que vives sem deixar aqui a minha mensagem de solidariedade.
Espero que consigas ultrapassar a dor que se presente vai na tua alma, a Natureza Humana a falar mais alto...que o efémero da vida terrena.
Um beijinho...

António

tossan® disse...

Meu Deus, nem sei o que dizer! Linda homenagem! Muito linda! Bj

Fa menor disse...

Beijinho

neli araujo disse...

Oi, Tulipa!

Não te conheço ainda, linda!

Recebe aqui o meu respeito pelo teu momento e teus sentimentos.

Muito lindo o poema que escreveste. Fiquei muito emocionada!

Um beijinho carinhoso,

neli

Sight Xperience disse...

Diz a canção que SO DEUS TEM QUEM MAIS AMA!

Solidário com a homenagem, não posso também deixar de dizer que a vida continua! O pôr do sol chega todos os dias antes da noite cair e o infinito céu acrescentar diáriamente estrelas...que nos foram retiradas em dor para ali brilharem infinitamente!

Um beijo

Parapeito disse...

...Um abraço************

Rafeiro Perfumado disse...

Apenas um beijo...

rendadebilros disse...

Não se imagina dor semelhante. A tua mensagem é sentida noutra dimensão com certeza.
Beijos.

Nuno de Sousa disse...

Bonita e comovente homenagem q aqui deixaste minha boa adilhadinha... não preciso dizer mais nada... apenas ler o que escreveste e em silencio deixar-me estar aqui...
Bjs e ela esteja onde estiver está feliz por te ter aqui ou ai...
NUno

Gaspar de Jesus disse...

Cara Amiga
Também aqui lhe deixo o meu grande beijinhos de solidariedade.
A VIDA CONTINUA!
G.J.

mfc disse...

Apenas... um grande abraço sentido.

poetaeusou . . . disse...

*
a Tania
encontrou a Paz
no seu eterno descanso,
,
jino, deixo,
,
*

Grão de Amor disse...

Olá
Também eu pensei muito nela este dia, recordo-a sempre, foi uma "Pikena" guerreira, cheia de força e coragem.
Lindo o seu poema, muito lindo...
Bjos

Om Shanti

rouxinol de Bernardim disse...

Nem sinto coragem para fazer um poema sobre facto tão triste...

Lamento o triste facto, sinto de todo o coração. A minha alma também chora a perda, embora sem conhecer pessoalmente a jovem...

Ferreira-Pinto disse...

Minha amiga, se me é permitido deixo-te aqui a minha total solidariedade, por essa perda irreparável.

Maria Valadas disse...

Querida Tulipa,
Que linda homenagem fizeste à nossa querida Pikena. Chorei ao ler o poema, porque senti em cada verso a realidade vivida antes "dela" partir.

Partiu para outra dimensão... mas está a proteger-te.

Fica aqui o meu sentir de perda também :(

Beijinhos.

Parisiense disse...

È sempre difícil quando perdemos alguém de quem gostamos ou amamos.

Mas esquecer nunca, até porque essa dor também nos dá força para continuar a viver.

Poema muito sentido.

Beijokitas.

Ps. Desculpa por não te ter escrito antes mas não posso andar muito por aqui problemas leves de saúde.
Mas se ainda for a tempo para as informações...diz.

Graça Pereira disse...

Bonita e sentida homenagem que fizeste á "tua menina". No céu,hoje uma estrela brilhou mais que as outras.
Um beijo carinhoso para ti.
Graça

Ana disse...

Entendo a tua dor, mas a Tânia continua viva na memória dos que a amaram.
Belo e sentido poema o que lhe dedicas.
Um beijo.

margusta disse...

Querida Ester,

...UM ABRAÇO SENTIDO EM TI!!!

Tânia é agora um ANJO e teno a certeza que tem velado por ti....

Tua amiga,
Margusta

...nem sempre presente a tempo, mas que nunca te esquece!

Felizes disse...

Na passada segunda feira um médico do Hospital de dia de oncologia dos HUC chegou-se a mim e disse-me que o meu pai não iria suportar mais tratamentos, que os que vinha a fazer se tinham revelado ineficases e que a unica coisa que havia a fazer era dar-lhe qualidade de vida enquanto tal fosse possível.

Fiquei siderado. É a segunda vez em relativamente pouco tempo que o Destino me arranca alguém de que muito preciso.

O desabafo serve para lhe dizer que espero daqui a 27 anos recordar do meu pai tudo, mas tudo o que me tem passado pela cabeça nestes dias.

Por fim, a vida continua e há que estar cá para a enfrentar. Mas isto sou eu a falar agora. Vamos ver daqui a uns tempos.

Sinceramente, não sei o que é pior. Se a expectativa de perder alguém, se quando isso acontece quando estamos todos desprevenidos.

De qualquer maneira, é injusto.

Maria Eugenia Ponte disse...

Foi precisamente o facto de estar a pensar na Tania que me fez vir até aqui.
Deixei comentário na ultima mensagem e continuei pelas anteriores.
Quando cheguei a esta fiquei com os olhos humidos e a garganta apertada de emoção.
Nunca conheci pessoalmente a Tania e penso tanto nela, sinto tanto a sua falta que dá para imaginar o que uma tia assim amiga deve estar a sentir... ou não dá para imaginar, não sei.
Mas, pelo que soube da Tania, ela foi uma lutadora e estou certa que lá no céu sente uma alegria enorme por saber que os que lhe são queridos, apesar da dor, seguem em frente.
Força, ela vela por todos vós!!!