domingo, 12 de dezembro de 2010

PETAR PRERADOVIC E PETRICA KEREMPUH




Na realidade, ZAGREB é uma cidade cheia de praças e esplanadas.
Este post será um pouco internacional, pois além do português escrito por mim, terá um texto em inglês bem como outro em espanhol.
Zagreb é a cidade com mais praças que já conheci… A cada esquina tem uma praça diferente que pode comportar jardins muito bem cuidados e coloridos, ou feirinhas, ou cafés e bares, ou então nada disso, é uma praça e pronto…
É impossível não reparar na enorme quantidade de praças que tem por lá e não dá pra ficar indiferente diante delas. As pessoas sabem realmente como usufruir a cidade.

Na 2ª foto vê-se PETRICA KEREMPUH relacionado com a ARTE e LITERATURA CROATAS.
Esta estátua está junto do mercado das flores, numa pequena praça.
This fellow stands in a small square just above Dolac market. He is Petrica Kerempuh, a folk jester who appears in Croatian art and literature.

Na 1ª foto vê-se uma estátua do poeta PETAR PRERADOVIC na praça com o mesmo nome.
Preradovicev trg is so called because of a statue of the Croatian poet Petar Preradovic, who stands in the centre.
Petar Preradović (March 19, 1818 - August 18, 1872) was a Croatian poet, at his time known as legendary Prerad. He was born in the village of Grabrovnica, which was part of the Austrian Military Frontier. His parents were Serbian Orthodox and, like many from the area, he chose to become a professional soldier.
Petar Preradović was educated at the military academy at Wiener Neustadt where he converted to Catholicism and later excelled as one of the best students.
There he began to write his first poems in German.
After graduation he was stationed in Milan, where he met Ivan Kukuljević Sakcinski, who inspired him to start writing in Croatian.
Preradović was later stationed in Zadar where he began to write for the local Croatian newspaper Zora dalmatinska in 1846.
He then went to Zagreb where he met the leading figures of the Illyrian movement.
In 1847 he was again stationed in Italy where he took part in the Wars of Italian Unification. When he returned to Croatia, he became a close associate of Josip Jelačić. He was stationed to various Austrian military outposts and gradually rose to the rank of general.
Preradović wrote poetry under the strong influence of national romanticism, while his poems often show Panslavist ideas.
He had seven children. One of his grandchildren was Paula von Preradović, Austrian poet and the author of Austrian national anthem.
Preradović's outstanding work was an epic poem, The First Men (1862). He is considered the finest lyricist of the Illyrian literary movement.

EM ESPANHOL:
Imperdible lugar para visitar es la Plaza del poeta Petar Preradovic, con los animados cafés, los puestos de flores y observar el ir y vanir de los zagrebíes, el paso de los tranvías azules de esta ciudad barroca y gótica, capital de Croacia que mantiene la huella del imperio Austro-húngaro.

13 comentários:

Sofá Amarelo disse...

Não sei porquê mas as ruas parecem-me bem mais limpas que as das nossas cidades!

Bom, mas não é isso que importa: o que importa é que continuas a partilhar fotos de locais que a maioria de nós nunca irá!

Muito obrigado por isso. O maior beijinhoooo!

Catarina disse...

Gosto muito de ler crónicas de viagem.
Pode continuar, Tulipa, estou a curtir... : ) Abraço.

O Profeta disse...

...Quem sou
Nunca me encontrei na letra de uma canção
Nunca toquei duas notas seguidas em harmonia
Mas perdi-me às vezes na ilusão

Reencontrei-me com o amor
Amargura mora sempre com a razão
Um mágico nem sempre acerta
No seu golpe de mão

Mas fiz mil tentativas nesta viola
Nenhuma nota bateu-me certa
Sou um triste e patético tocador
Desta...Melodia Incompleta...

Doce beijo

Zondra Art disse...

Beautiful photos of my hometown.
Thank you to them and visit my blog,kisses and regards.

Sérgio Pontes disse...

Deve ser uma cidade muito bonita

São disse...

Nunca visitei ZAgreb, por isso , obrigada por esta informação.

Boa semana

Jorge disse...

Gosto muito do seu blog. Muito instrutivo e importante para pessoas que não têm hipótese de sair deste canto à beira - mar! Haja força para continuar. Felicidades!

gota de vidro disse...

Olá amiga

Gostei imenso do teu post. Já visitei bastante do mundo mas esta foi uma zona onde nunca estive. É sempre bom ler-te e conhecer locais por onde nunca se passou.
Achei-te triste por darem pouco valor ao que postas
Sabes....As pessoas e tal como o ´país anda triste...Certamente gostam, mas nem sempre aquela alegria que existia pesiste.
Não podes ser negativa e enveredar pela tristeza....Afinal todos estamos neste barco complicado...
Os visitantes lêem e apreciam, mas talvez se expandam menos.
Alma para cima.....

Bjitos da gota

Eärwen Tulcakelumë disse...

Sempre conhecemos mais um espaço viajando contigo...

Natal é o maior dos dons
Nas celestes alegrias,
Que nos ensina a ser bons
Com Jesus todos os dias”.
(Casimiro Cunha)

Que as pérolas incandescentes de luz que aqui deixo neste meu retorno, possam iluminar esta noite tão mágica do Natal.
Que possamos nós estarmos com o coração repleto de boas vibrações e que sejam elas distribuídas a todos.
Feliz Natal e um Ano Novo de muita luz e paz.

Eärwen Tulcakelumë

Fernando Santos (Chana) disse...

Olá amiga Tulipa, muito grato pelas tuas simpáticas palvras no meu blog.
Muito grato tabém pela partilha de belas fotografias de locais que nunca visitarei.
Beijos

poetaeusou . . . disse...

*
hummm,
o teu post,
é tentador . . .
,
conchinhas,
,
*

Lilá(s) disse...

Continuo deliciada com estas crónicas!
Bjs

. intemporal . disse...

.

. querida, muito querida Túlipa,,, .

. venho por ora desejar.TE um santo e feliz natal extensível a toda a família e a todos os amigos que te sejam essência ao peito .

.

. grat.íssimo ainda pela constância da tua presença no #intemporal# que tanto me gratifica .

.

. um beijo sempre amigo .

.

. paulo .

.

. e Zagreb,,, faz parte do roteiro que traço no compasso de um passo . as fotos são bel.íssimas e elucidativas .

.