domingo, 30 de setembro de 2012

360: A VIDA É UM CÍRCULO PERFEITO


360: A Vida é Um Círculo Perfeito - Várias histórias de amor interligadas numa espécie de caleidoscópio onde se cruzam pessoas de diferentes cidades e países num contexto de globalização.

Partindo do princípio que todas as acções têm consequências, o filme inicia-se em Viena, segue por Paris, Londres, Bratislava, Rio de Janeiro, Denver e Phoenix, numa narrativa que atravessa sete línguas diferentes, e onde a decisão de cada personagem vai alterar a vida de todas as outras, circularmente.


Realizado pelo brasileiro Fernando Meirelles
("Ensaio sobre a Cegueira", "Fiel Jardineiro", "Cidade de Deus"),
com base num argumento original de Peter Morgan, o filme conta com um elenco de actores internacionais consagrados ou em ascensão:
Rachel Weisz, Jude Law, Anthony Hopkins,
Ben Foster, Juliano Cazarré, Maria Flor, Danica Jurcová, Dinara Drukarova, Jamel Debbouze,
entre outros. PÚBLICO






Texto e imagens retiradas da net

15 comentários:

tulipa disse...

A jovem brasileira,
Laura (Maria Flor) assume particular destaque,
porque representa muito do que, julgo, é comum a grande parte das novas gerações
e, por isso, não conseguimos deixar de sentir por ela uma grande simpatia,
pela busca desesperada de quem começa muito cedo a duvidar do que a vida lhe poderá vir a trazer.

Desejos (compulsivos, às vezes), desilusões, amarguras, frustrações, excessos, renúncias (por motivos de crença religiosa!...),
desesperanças,
eis do que é feita esta obra,
com dois ou três momentos magníficos que ficam na nossa memória cinéfila

e isso já é muito bom perante a mediocridade, vacuidade e inutilidade da maioria do cinema que é distribuído (e promovido...) pelas salas do nosso País.

Bela direcção de actores,
também, dos veteranos aos mais jovens.
Vale a pena ver.

tulipa disse...

Cada personagem
é uma surpresa:
a primeira impressão que causa, acicatando o nosso preconceito, é brilhantemente desfeita.
Filme a não perder.
E a rever com gosto.

Fernando Meirelles abre-nos portas largas saltando de história em história com uma direcção muito madura e sempre com mão firme.

O talento narrativo envolve-nos. Não mais existem silêncios.

Os personagens magnificamente interpretados por Ben Foster, Anthony Hopkins e Maria Flor
(uma estreante nestas andanças) dão, sem dúvida, o toque de brilhantismo dos grandes filmes.

E Fernando Meirelles é um grande realizador.

O essencial em Meirelles é mesmo essa sua capacidade de sentir a alma dos personagens que cria e que, com os actores que para eles escolhe, é capaz de "co-criar", dando-lhes uma dimensão humana capaz de verdadeiramente nos impressionar.

Filme a não perder.

tulipa disse...

360: A Vida é Um Círculo Perfeito

De: Fernando Meirelles

Com: Rachel Weisz,
Jude Law,
Anthony Hopkins,
Ben Foster, Juliano Cazarré,
Maria Flor,
Danica Jurcová,
Dinara Drukarova,
Jamel Debbouze

Género: Drama, Romance
Classificacao: M/12

tulipa disse...

Não sendo o melhor, é mais um bom filme Fernando Meirelles.

Os seus personagens são pessoas, isto é, são gente em que a racionalidade e a emoção vão convivendo, a par de uma sensibilidade sempre presente.

Tudo isto são ingredientes
que nos fazem sentir
que estamos vivos,
que a vida é bela
porque é sempre diferente
e que não devemos ignorar que "esta é a última oportunidade".

Parabéns mais uma vez a esse monstro sagrado do cinema,
chamado Anthony Hopkins,
sobre o qual não há palavras
para o classificar.

tulipa disse...

A co-produção entre Brasil, Inglaterra, França e Áustria é falada em sete línguas
e baseada na peça La Ronde,
de Arthur Schnitzler.

O roteiro é assinado por
Peter Morgan, roteirista de sucessos como A Rainha (2006)
e O Último Rei da Escócia (2006).

360 aborda as nuances dos relacionamentos
e reflete sobre as escolhas.

Rodado em Viena,
Paris, Londres, Bratislava,
Rio de Janeiro, Denver e Phoenix, o filme foi exibido pela primeira vez em 2011, no Festival de Toronto, Canadá.


360: A Vida É Um Círculo Perfeito) é um filme de drama estrelado por Anthony Hopkins, Ben Foster, Rachel Weisz e Jude Law. O filme é dirigido por Fernando Meirelles, ele abriu o Festival de cinema de Londres de 2011,

tulipa disse...

“Um sábio uma vez disse:
‘se há uma bifurcação na estrada, pegue-a’.

Ele só esqueceu de mencionar qual estrada pegar.

Como viemos parar aqui nesse momento?

Há quanto tempo vem isso?

A corrente inquebrável de bifurcações na estrada.

Acho que estou perguntando:
eu sempre estaria aqui?
Fazendo essas perguntas?
Ou poderia tudo ser diferente
se uma pessoa nessa estrada tivesse pego outra bifurcação?”

Sonhadora (RosaMaria) disse...

Minha querida

deve ser um filme muito interessante pelas considerações que teces.

Um beijinho com carinho e resto de bom Domingo.
Sonhadora

Ser humano disse...

Com certeza irei ver este filme. Nunca tinha ouvido falar, mas amo filmes que retratam as nossas vidas de um jeito ou de outro. Sei que andei desaparecida, mas com tanta coisa acabo me sentindo muito cansada para sentar na frente de computador. Mas dá uma passagem no meu blog que tenho lá alguns filmes vistos ultimamente. Bjos

Nilson Barcelli disse...

Não vi o filme.
Mas parece ser bom...
Tem uma óptima semana.
Beijo.

Sofá Amarelo disse...

... mas nem todos conseguem completar esse ciclo, por mais anos que vivam! Só usufruindo da vida se consegue fechar o ciclo... tentemos, pelo menos! Beijinhoooooo

aflores disse...

Não vou esquecer a sugestão e ver logo que possivel o filme.
Fiquei curioso.

Tudo de bom.
:)

Fernando Santos (Chana) disse...

Olá Tulipa, bela dica....
Cumprimentos

looking4good disse...

De Fernando Meirelles vi esta semana o Fiel Jardineiro na TV num canal de cinema, também com a Rachel Weitz que, por sinal, é muito bonita. Bons temas, bons atores, é realizador para rever. Não vi ainda o Ensaio sobre a Cegueira, o que é imperdoável tanto mais sendo uma adaptação do livro de José Saramago...
Enfim, por estes dias que passam - apetece dizer que a vida é um circulo mais que imperfeito- nem vontade há para ir ao cinema...

Uma boa semana, cheia de flores, sorrisos e poesia...e pois, seja também, cinema e fotografia! E até rima :)

gota de vidro disse...


Não vi o filme mas deduzo ser muito interessante. Despertaste minha curiosidade....

Bom resto de semana

bjitos da gota

Maré Viva disse...

Vou estar à espreita, pois não quero perder o filme...confio plenamente nas tuas escolhas.

Beijos.