sábado, 8 de agosto de 2015

PASSEIO À ESTUFA FRIA




O primeiro passeio com os meus netos nestas férias de Verão 
foi à ESTUFA FRIA
Horário de Verão - 10H00 às 19H00
Bilheteira - Entrada simples - 3,10 Euros
Crianças e jovens (6 aos 18 anos) - 2,33 Euros 
Pensionistas, reformados e aposentados - 1,55 Euros
Pessoas portadoras de deficiência com grau de incapacidade 
superior a 70% e acompanhante – Gratuito
Sendo eu portadora de uma incapacidade superior a 70% 
achei que não devia apresentar o meu atestado de incapacidade 
porque, no meu entender, devemos ajudar as Instituições 
que fazem algo pelo lazer das pessoas! 
Paguei o meu ingresso - 3,10€ mas logo de seguida, arrependi-me. 
Gosto de ser honesta mas também que sejam honestos comigo! 
Tinha estado a pesquisar na net, na véspera
e em lugar nenhum, vi aviso de que a Estufa Quente 
estava em obras e interdita! 
Depois de pagar os bilhetes é que sou informada disso...
apeteceu-me dizer: se pago este valor para visitar 3 locais, 
se um deles está interdito devia pagar menos, mas....calei-me!



o mais importante foi ver como os meus netos estavam felizes 

e entusiasmados com a visita - tudo era novidade para eles...

Ao longo da visita encontramos esta exposição!



Nesta exposição designada ‘PERCURSO(S)’, 
os dois artistas juntaram-se num projecto de ‘Land Art’ que reúne 
escultura cerâmica de António a desenho inciso e pintura de Bárbara. 
Embora não tenham moldado a paisagem, 
nem a tenham transformado revolvendo a terra, 
ambos interferem neste lugar natural com a sua Arte.
António celebra a Natureza, tornando-a parte de um mundo encantado 
e divertido, e Bárbara observa-a, tomando notas 
e criticando a acção do Homem no meio ambiente.




Há os percursos pelas Estufas Fria e Doce, 
sinuosos e deslumbrantes, 
há os percursos de vida dos artistas...
há percursos pontuados por formigas grandes, 
peixes ainda maiores, aves-do-paraíso, espelhos, plantas, 
formas, cores e desenhos estranhos. 

Por entre a folhagem também 

e desaparecendo quando nos devolvem o outro lado, 

os espelhos de Bárbara Assis Pacheco, transportam-nos para os Mares do Sul 

onde parece que já estamos e de onde são as aves-do-paraíso aí gravadas 

com linha por vezes invisível. 



o meu neto queria muito ver cactos, 

só os descobrimos na Estufa Doce


O acesso do público à Estufa Quente está, 
temporariamente, condicionado por motivo de obras na cobertura 
e por razões de segurança (imagem abaixo)

16 comentários:

luís rodrigues coelho Coelho disse...

Nunca visitei, mas parece-me ser uma oportunidade neste Verão.
Gostei do passeio pelo seu olhar.
Bom Sábado e Domingo para todos.

Crocheteando...momentos! disse...

Estive aí há mais de 25 anos e imagino...pelas fotos...as belas mudanças que se foram fazendo!
Um dia destes...visito! Bom fim de semana!

Catarina disse...

Gosto de visitar estufas frias. Gostei desta. : )

tulipa disse...


OBRIGADA aos três amigos que me visitaram e deixaram comentários.

Catarina - Juro que fiquei muito surpreendida com a sua visita ao meu
MOMENTOS PERFEITOS
há muito que não visitava os meus blogues
MUITO OBRIGADA

SOBRE os vossos comentários - é mais fácil para quem vive em Lisboa e arredores visitar a ESTUFA FRIA
mas, um dia, quem sabe, quando vierem a Lisboa,
poderão aproveitar e fazer uma visita.

Já lá tinha ido há muitos anos, mas
neste momento a intenção principal é levar os meus netos
a visitar lugares de interesse.
Aprende-se sempre alguma coisa.

Bom Domingo e boa semana a todos.
Beijinho da Tulipa

José Lopes disse...

Já lá fui há uns bons anos, talvez lá volte para Outubro, e espero que tudo esteja acessível.
Cumps

retriever disse...

Wonderfull places,plants.greeting from Belgium in Mons .
Mons my city blog, http://louisette.eklablog.com

Ana Simões disse...

Começo por te agradecer o facto de me teres levado a visitar este lugar, que para mim tem enorme valor efectivo. A fotografia nº 12 é-me totalmente familiar e a nº 2 tb me leva de imediato ao meu tempo de criança. Que, habitando muito próximo daí na altura, as manhãs domingueiras eram passadas com o meu pai e irmão, no Parque Eduardo VII e na Estufa Fria. Espero conseguir visitá-la aquando a abertura da Estufa Quente.
Louvo o teu gesto, seja grande ou pequena a importância, a maior parte das pessoas não desperdiçam os benéficos que lhes possam calhar. Claro que foi aborrecido não poderes fazer a visita completa, neste país e se calhar nos outros também, há muita falta de informação ao turista.
Agora passo ao post em si. Lindas fotos, descrição muito útil e elucidativa, como é habitual em ti, Os teus netos estão bem crescidos e tu estás linda. Adorei a 1ª foto.
Beijinhos

Graça Pires disse...

Gosto imenso de ir à estufa fria. Que bela reportagem por onde passeamos juntamente com os seus netos!
Um beijo.

Sofá Amarelo disse...

Vou à Estufa Fria de 5 em 5 anos mais ou menos, está portanto na altura de lá voltar. E as tuas fotos abriram-me o apetite. Embora sejam as crianças a delirarem com todos aqueles caminhos, sobes e desces, estou ansioso por poder ser eu a fazer isso (de novo). Beijinhos e obrigado pela sugestão :-)

. intemporal . disse...

.

.

. desde criança que não visito a estufa fria . e tantas foram as vezes que a visitei ou que a pude visitar . pelas mãos do meu pai . que agora sorrirá perante esta memória . esteja ele onde estiver . algures no Universo .

.

. e que bonita e cuidado está este lugar .

.

. (.regresso aos poucos.) . :) . após dias imensos de labuta e de outros . muitos poucos embora . de algum repouso . mas que por ora findam .

.

. um beijo meu .

.

.

Manuel Luis disse...

Um lugar a visitar na vossa companhia. Está muito bem zelada.
Bj

margusta disse...

Olá amiga!
que fotos lindas e a tua neta está tão crescida!!!
Beijinhos!

Vieira Calado disse...

Boa, noite! Como tem passado?
Esse local, tão bonito e tão à mão!...
Por vezes monespresamos o que é nosso e, não raras vezes, o que é nosso é mais agradável do que o que se vê na estranja!
Desejo-lhe um bom fim de semana.
Beijinhos!

Duarte disse...

Bonito, considero que está mais cuidada. Há muito que lá não vou.
Para fotografar uma rã quase caio à água!
Comprovo que também estiveste na estufa quente, aqui é onde vejo mais alterações.
Boas fotografias.
Um grande abraço

gota de vidro disse...


Magnificas as fotos e como sempre um post cultural. Muito se aprende com as tuas partilhas.

Boa semana

Beijinho da Gota

Ailime disse...

Boa noite Ester,
Adorei revê-la-la e aqui na companhia dos seus netos já bem crescidos e lindos!
Já não vou à Estufa fria há imensos anos! Está na hora de voltar lá!
Parabéns pelas excelentes fotos!
Um beijinho e obrigada pela visita.
Ailime