sábado, 24 de março de 2018

SRI MARIAMMAN TEMPLE




Continuava eu, pela Chinatown de Singapura, 

quando vejo esta porta aberta e pareceu-me algo religioso, 

curiosa como sou, entrei e fui andando, 

não via ninguém

...passo ao pátio interior e vejo dois homens 

vestidos com uns trajes estranhos 

e, começam: Shou...shou 

parecia que estavam a enxotar galinhas... 

eu intrigada fazia gestos e ia falando algo, 

até que eles apontam para os sapatos 

e depois percebi que queriam dizer: shoes...shoes 

ou seja, não podia andar ali dentro, de sapatos

Acontece cada uma comigo...

depois, mais tarde 

ainda soltei umas gargalhadas sozinha, 

a recordar a cena...






eu tinha ficado fascinada com o que via diante dos meus olhos 

e lá perguntei como podia visitar tudo

 e eles explicaram que a entrada do Templo 

era do outro lado da estrada 

e lá fui eu...




assim que entro, ia à minha frente um casal jovem 

que falava francês e mandaram ir a uma espécie de bilheteira, 

mas eu fui entrando devagarinho, 

a mim ninguém chamou e segui...

aquele colorido era de ficar extasiada 

Vi logo estes dois fiéis a preparar as suas oferendas 

e ali fiquei captando imagens






fiquei próxima desta senhora uns cinco minutos 

apreciando o cuidado que ela tinha 

na decoração da sua oferenda 

com pétalas de flores e velas




de repente, é anunciado o início da cerimónia hindu

estes dois homens começaram a tocar os seus instrumentos 

um outro homem tocava o sino sem parar 

os sons espalhavam-se e deixavam-me arrepiada 

por estar a assistir a algo que jamais tinha imaginado!







continuo a captar imagens da decoração 

com tons muito vivos

e, vou entrando e vejo a cerimónia...






Eu estava no templo Sri Mariamman Temple 

que é o templo hindu mais visitado de Singapura

 encontra-se em pleno coração de Chinatown 

é também o templo hindu mais antigo da cidade, 

quando foi construído em 1827, 

a região era também ocupada por indianos; 

só posteriormente os indianos foram transferidos 

para o bairro Little Índia...




a cerimónia continuará num próximo post...

quem estiver interessado em mais pormenores 

poderá ver nos comentários 

informações sobre o tema em causa

Podem crer...

foi mesmo, um "Momento Perfeito"


14 comentários:

tulipa disse...


O templo Sri Mariamman Temple,
o templo hindu mais visitado de Singapura,
encontra-se em pleno coração de Chinatown.

O que pode inicialmente surpreender a alguns,
deixa de ter esse impacto quando se fica sabendo
que ele é também o templo hindu mais antigo da Cidade
e que quando foi construído em 1827,
a região era também ocupada por indianos.

Só posteriormente, esses indianos foram transferidos para Little Índia dentro da política de segregação racial implantada pelo governo colonial britânico.

O templo é dedicado à deusa Mariamman,
conhecida pelo poder que tem de curar doenças.
Seu gopuram (torre) é arrebatadora
e pode-se passar um bom tempo
só contemplando a sucessão interminável de estátuas que a adornam
e as cenas representadas por elas.

tulipa disse...


A entrada do templo Sri Mariamman é gratuita,
mas se os turistas quiserem fazer fotografias do seu interior,
deverão pagar 5 SGD para ter esse direito,
coisa que não acontece no templo Sri Veeramakaliamman
nem no Sri Srinivasa Perumal, ambos em Little India.

Como em todo templo hindu, deve-se entrar descalço
e vestir-se apropriadamente,
além de tomar cuidado para interferir o mínimo possível com os cultos.

Endereço: 244 South Bridge Rd, Singapura 058793
Inauguração: 1827

Estilo arquitetônico: Arquitetura dravídica

Função: Templo Hindu

Designado como patrimônio mundial: 6 de julho de 1973
Arquiteto: Naraina Pillai

tulipa disse...


COM A PESQUISA QUE FIZ...descobri:

Não existem muitos registos da prática do Hinduísmo em Portugal. Actualmente, existe uma comunidade Hindu
de aproximadamente 7000 pessoas,
cujas origens remontam a Indianos que emigraram das ex-colónias Portuguesas de África, principalmente de Moçambique,
e da antiga Goa e de outros territórios do Estado Português da Índia.

A partir da década de 1990 e sobretudo a partir da primeira década do século XXI, verificou-se uma afluência de hindus de origem nepalesa em Portugal, fruto das migrações laborais com origem nesse país sul-asiático.

Também a partir da década de 1990
é possível encontrar em Lisboa uma pequena comunidade Hare Krishna, constituída sobretudo por indivíduos caucasianos de origem portuguesa, brasileira e de outros países da Europa.

tulipa disse...


DESPERTOU-ME a curiosidade
e muito em breve
vou fazer os possíveis por ir visitar este lugar:

Templo Radha Krishna
Para visitas guiadas ao Templo, contacte-nos.

No horário da manhã, entre as 09h00 e as 10h00,
há uma tolerância até às 11h00 para visitas que vêm de longe.

As visitas deverão ser marcadas com antecedência

Horário de funcionamento da Secretaria
Segunda a Sexta das 09h00 às 17h00

De acordo com a embaixada da Índia em Lisboa,
os Indianos em Portugal são na sua maioria Gujaratis
(sendo o Gujarati ensinado no Centro Cultural da Comunidade Hindu de Lisboa), Punjabis e Goeses.

A maioria dos hindus é de afiliação gujarati,
residindo na capital, Lisboa,
mas algumas famílias habitam também no Porto.

✿ chica disse...

Tão interessante isso,Tulipa! Passeamos, aprendemos contigo! Gostei das fotos e as cores por lá! Adorei! Lindo domingo! bjs, chica

Sofá Amarelo disse...

Bom, fiquei sem fôlego, completamente agarrado a este teu post que segui até ao fim, com a maior atenção as fotos e o texto, complementares um do outro. Realmente, este post consegue bater os outros que tens feito o que seria praticamente impossível, porque o que tens colocado nos teus vários blogues são autênticas reportagens jornalísticas, muito melhor e informativas que algumas reportagens que vemos feitas por jornalistas de nomeada em publicações de viagens ou afins. Atenção, que - e desde que revistas e jornais estão em crise - muitas vezes os jornalistas escrevem a reportagem sentadinhos no seu gabinete, enquanto a revista compra as fotos do local mencionado. É fácil, mais barato e ilude o leitor...

Mas, no teu caso, é completamente diferente: estiveste lá, entraste, fotografaste, registaste, conversaste, nem que fosse através das imagens, e o que trazes é algo que ultrapassa uma mera descrição de uma viagem. Não te limitastes a colher uma ou outra foto, seguiste todos os passos e todos os pormenores, não deixaste nada por mãos alheias, duvido que haja muita gente com fotos como as que tens. Pena a comunicação social que temos, senão venderias facilmente estas fotos.

Eu próprio, que gosto de fotografar à socapa, com certeza não teria feito estas fotos todas. Para registar todos os momentos de uma situação é preciso ser organizado e estar muito atento, eu me distrairia com quaisquer coisas, e no fim faltar-me-iam algumas imagens. Mas ainda bem que és organizada. Parabéns por isso e obrigado pela "viagem" :-)

MOMENTOS MAIS-QUE-PERFEITOS! :-)

Miguel Correia disse...

Um momento perfeito merece fotos perfeitas e um texto perfeito e foi o que fez... As fotos são lindíssimas onde a cor é rainha. Perfeito é tudo aquilo que nos faz feliz e sorrir de maneira sincera e com os olhos.... O sorriso perfeito. Beijinhos e parabéns por tudo o que está neste post. Beijinhos. Mike

Graça Pires disse...

A viagem a Singapura continua por aqui com estas excelentes fotografias...
Uma boa semana.
Um beijo.

Pedro Coimbra disse...

Essa sã convivência de culturas é uma das maiores riquezas de Singapura.

rosa-branca disse...

Olá amiga túlipa🌷 obrigada pela visita e pelo cuidado. Estive afastada, tentei voltar, mas não consegui. Estou enclausurada á anos e isto dá conta de mim. Agora vou tentar voltar. Fiquei sem palavras com este seu post. Quantas maravilhas a amiga tem visitado. Um dos posts mais belos q nos deu a honra de conhecermos. Amei demais. Boa Páscoa e beijos com carinho

Os olhares da Gracinha! disse...

E assim trouxe olhares fantásticos!bj

Ailime disse...

Um deslumbramento, Ester!
Dever ser um daqueles momentos únicos na vida para apreciar tanta beleza!
Viagem maravilhosa.
Um beijinho.
Ailime

Maria Rodrigues disse...

Que templo lindo e colorido.
Deve ter sido realmente uma experiência única poder observar a cerimónia.
Beijinhos
Maria de
Divagar Sobre Tudo um Pouco

Ana Freire disse...

Mais uma vez fiquei extasiada com as cores deste templo, de tectos quase psicadélicos... se é um templo procurado por quem esteja amargurado, por qualquer problema de saúde... realmente não deve haver angustia, que resista à exuberância do local... que assim ficará para sempre registado na memória de quem o visita!...
Adorei poder também visitá-lo, através das suas fantásticas imagens, Tulipa!
Mais um post para apreciar e reapreciar, com todo o pormenor!...
Realmente, terão sido dias inesquecíveis, nesta viagem!...
Beijinho! Bom domingo!
Ana