sexta-feira, 20 de fevereiro de 2009

Cinema e Índia

Imagino que muitos de vós que me visitam, já devem estar cansados de ler sobre a minha exposição de fotografia, cujo tema é a Índia. Assim sendo, prometo que não vos falo mais da exposição, mas continuo com o tema - Índia.
Desta vez, o filme que se fala em todos os lugares:
"Quem quer ser Bilionário?"

É importante que se perceba que o que nos desgosta em "Quem quer ser Bilionário?" não é o bairro de lata, nem é a miséria, mas antes a pobreza do olhar com que Danny Boyle os filma. Pergunta-se por aí:
Que vê Danny Boyle na Índia que não visse noutro lado qualquer? Até a televisão é a mesma, é a televisão dos "formatos" e o "Quem quer Ser Milionário?"
Se há alguma "proeza" em "Quem quer ser Bilionário?", ela consiste apenas nisto: num espantoso trabalho de "torção" para fazer caber a Índia dentro da sua estreita visão do mundo. Boyle não foi à Índia, trouxe a Índia para dentro dos seus estereótipos sociais (ricos e pobres) e figurativos.
No contexto eufórico que aclama "Quem quer ser Bilionário?" como a oitava maravilha do mundo valerá a pena lembrar que outros cineastas ocidentais viveram as suas "viagens à Índia" com o tipo de disponibilidade que falta a Boyle, e com a modéstia, a inteligência e a sensibilidade para construírem os seus filmes no balanço entre as certezas que traziam da Europa e aquilo que a Índia lhes revelou. Alguém dizia "nunca me vou esquecer do cheiro deste país" e falava do perfume a especiarias. Danny Boyle não conseguiu sentir mais do que o cheiro a merda. Cada um tem o nariz que tem.
Jamal Malik, um órfão de 18 anos dos bairros de lata de Bombaim, está a apenas uma pergunta de ganhar 20 milhões de rupias (cerca de 300 mil euros) na versão indiana do concurso Quem Quer Ser Milionário?.
Mas a organização do jogo denuncia Malik à polícia por suspeita de fraude. Como conseguiu ele chegar à pergunta dos vinte milhões? Fez batota? É um génio? Teve sorte? Será o destino? E o que está a fazer no concurso se o dinheiro não o interessa? Jamal conta então à polícia a história da sua vida nas ruas e todas as suas aventuras para reencontrar a rapariga que sempre amou. Mas como é que ele sabe as respostas? E o que está a fazer no concurso?
Um premiado filme de Danny Boyle co-realizado por Loveleen Tandan.
De tantos pontos altos do filme, há de se destacar três.
O primeiro é a fotografia, um óptimo trabalho realizado por Anthony Dod Mantle, premiadíssimo em sua categoria.
O segundo ponto é a belíssima trilha sonora composta pelo também premiado A. R. Rahman, que fez todo o ambiente indiano ficar ainda mais real, sendo o destaque a dançante canção “Jai Ho”, que tem direito a um óptimo número musical no final do filme. O terceito ponto alto do filme é o Dev Patel, que protagoniza brilhantemente o filme, o que é uma surpresa, ainda que seu trabalho na série Skins não deixe a desejar.
GOSTEI MUITO.
Aqui deixo uma sugestão para o fim de semana prolongado que está à porta. Divirtam-se.

20 comentários:

Paula Raposo disse...

Este filme faz parte daqueles que quero ver...beijos.

paula barros disse...

As suas fotos só aumentam a vontade de conhecer a India. E fiquei com vontade de ver os filmes.
Vou trabalhar, depois do carnaval dá para assistir.

abraços

Duarte disse...

Não vi o filme, nem o ouvi mencionar por aqui. Ainda está na memória de todos os incidentes, recentes, vividos por uns quantos espanhóis e, entre eles, a Presidenta da Comunidade de Madrid. Será por isso?!

A Índia, quanto inspira!

Bom fim de semana.

Um grande abraço

Nuno de Sousa disse...

O outro lado de uma pobreza que é dificil de esconder, nem o deve ser, afinal é uma grande realidade de um belo país, já ouvi imensas histórias desse belo paísmas onde impera a pobreza a larga escala... e pouco se faz para mudar...
Ainda não vi esse filme quem sabe em breve possa passar por uma sala de cinema e ver.
Bjs grandes amiga e um bom fds e um bom Carnaval
Nuno

Tozé Franco disse...

Ainda não vi. Vou anotar a sugestão.
Um abraço.

aflores disse...

Ainda não vi o filme, mas já é sabido que ganhou a "famosa" estatueta ;)

Sofá Amarelo disse...

E foi sem dúvida o grande vencedor e ainda bem - a India vai ser o país mais poderoso do mundo daqui a uns anos a nível intelectual...

Muitos beijinhos!!! Bom Carnaval!!!

Luis Portugal disse...

Olá
Blog interessante e simpático, parabéns!
Voltarei com mais tempo
Um abraço de,
Luís Portugal

ecos de palavras disse...

Obrigada, Tulipa.
Viajo, através dos teus olhos.

Parabens pela exposição... deve estar repleta de fotos belíssimas.

Beijo com amizade da

Maria Valadas

Henrique ANTUNES FERREIRA disse...

Cara Tulipa

Antes de tudo, muito obrigado pela tua visita e pelas amabilíssimas palavras que me deixaste. Estou vermelho de vergonha... É que, como já deves ter visto, sou muito tímido e... envergonhado... hihihihihihihihi

Ora bem. Este teu blogue é, também, muito interessante, bem escrito e graficamente estupendo. Eu não sei fazer nada disso, ainda que já tenha leccionado numa Universidade a cadeira de Jornalismo Gráfico... No antigamente, claro cumo binho tinto. Mas destas coisas internéticas - quase népia...

A minha mulher, Raquel, é de Goa. Já estive várias vezes na Índia real e não virtual. Até entrevistei a Indira e o Rajiv Gandhi. Isso diz tudo...

Fico à tua espera nA Minha Travessa. E dos teus correspondentes. E de aderentes aos meus Seguidores. E de.... etc&tal

Qjs

Vieira Calado disse...

Olá, amiga, como está?

Pois folgo em saber que está de volta!

Quanto a publicar poema meu, disponha!

E depois diga-me, tá bem?

Beijinhossss

Maria, Simplesmente disse...

Não sei se será aqui que devo responder-lhe, mas quero agradecer a sua informação.
Não me preocupou telefonar ao Senhor de quem deram o nº. do telemóvel sobre o pedido de sangue, foi a primeira vez que vi este pedido na net, e parti do princípio que a minha obrigação era divulgar o mais rapidamente possível pois não se brinca com a saúde seja de quem for. A minha ideia era manter e vou manter este pedido tal como está, simplesmente agora desmascarando.
Ainda bem que não telefonei para aquele número, pois nada me diz que não seja um número que traga a trás de si algo de reprovável.
Obrigada ter-me informado, pois assim, eu que não ligo a pedidos na net, prémios ou qualquer outra coisa no género mais alertada fiquei.
O meu muito obrigada.
Maria

Lucy disse...

Gostei de ver as exposições e saber mais sobre o filme, é que também aprecio muito cinema.

Será impressão minha, ou a Índia está a ter um destaque a vários níveis como nunca ouvi falar?

Parabéns pela sua 1ª exposição de fotografia.

Amistosamente,
Lucy

Gata Verde disse...

Ainda não vi,mas estou a ficar bastante curiosa!

beijocas

Maria, Simplesmente disse...

Obrigada o seu alerta sobre aquela mensagem para que me chamou a atenção sobre o pedido de sangue, e que já comuniquei a todos numa mensagem no blog, ser, segundo tudo leva a querer, uma fraude.

A India deve ser um país fascinante, e está em alta com o seu Bollywood.

Pode crer que virei ver o seu blog com mais tempo.
Na reportagem que falo, organizada por José Megre, há um momento em que ele diz "...o trânsito na India não tem a ver com nada, mas mesmo nada, do que há no mundo..." e pelo que mostra é uma grande verdade. É um país incrivel, e ao mesmo tempo fascinante. Fascina-me tudo o que seja exótico.
Voltarei
Maria

Carlos Barbosa de Oliveira disse...

Antes de mais, obrigado pela visita e pelo comentário e aproveito para saudar aqui o seu regresso.
Em relação ao filme, adorei e já disse porquê lá no Rochedo.
Vou fazer um post sobre o seu cantinho.

Marlene Maravilha disse...

Eu imagino que vou gostar muito do filme. Eu nao conheco a India, mas teria muitas coisas lá que eu me interessaria, disso nao tenho dúvidas.
Amo os teus posts e fotos sobre o país.
Quanto a tua sobrinha, Deus tem planos nas nossas vidas que nao conseguimos mesmo entender.
As perdas e danos sao muito dificeis para trabalharmos no nosso emocional. Continuemos dando gracas e ver o que acontece. Com Deus pode acontecer uma cura a qualquer instante, se for da sua vontade. Nosso coracao fica apertadinho, eu também sei, mas encontramos forca em Jesus, porque quando somos fracos, daí é que somos fortes, porque depositamos nele toda a nossa confianca.
Eu profetizo saúde a tua sobrinha.
beijos

poetaeusou . . . disse...

*
"Quem quer ser Bilionário?"
,
quero eu, vou ver . . .
,
conchinhas,
,
*

Maria Clarinda disse...

Excelente a tua crónica sobre o filme!
Adorei e claro, o filme é maravilhoso!
jhs

Fragmentos Betty Martins disse...

._______querida Tulipa




é claro_____que jamais cansa ver (ler) o teu talento


.só posso dizer uma palavra.obrigada!



_________um filme que ainda não vi

.mas que vou ver:=)










beijO_____ternO