terça-feira, 9 de novembro de 2010

IGREJA DE SÃO MARCOS - ZAGREB




Zagreb convive permanentemente com uma parte da cidade medieval conservando as suas marcas, mas uma outra parte segue o ritmo do tempo; as duas partes encontram-se e o encanto aparece, como por magia.
Aconselham-nos a começar a visita, precisamente no centro da cidade, através do contacto directo com a cultura do país no Dolac, o mercado de verduras onde as cores se misturam oferecendo um verdadeiro arco-íris animado.
Perto do mercado encontra-se a Catedral de São Estevão. A igreja data do XX, pois a original, do século XIII, foi destruída por um tremor de terra em 1880. No interior da catedral, podem ser encontrados restos da antiga igreja, incluindo figuras do século XIII, altares de mármore e um púlpito barroco. Depois poderemos visitar o Palácio Arcebispal e umas fortificações do século XVI construídas para a defesa contra os Turcos.
Junto à Torre Lotrscak poderá andar no funicular que liga as partes alta e baixa da cidade, oferecendo magníficas vistas panorâmicas.
(já fiz um post sobre o funicular).
Nesta imagem podemos ver a IGREJA DE SÃO MARCOS, inconfundível com o tecto de azulejos pintados. É um local de interesse turístico.

Para uma próxima visita vou ver tudo aquilo que desta vez não foi possível, como o Museu Mimara, uma das melhores galerias de arte da Europa. Muito perto encontra-se um conjunto de monumentos de grande interesse e beleza, que compreendem o Teatro Nacional Croata, o Museu Etnográfico, a Biblioteca Nacional e o Jardim Botânico.

No último dia em Zagreb tinha a manhã livre e pensei visitar alguns lugares que me pareceram interessantes, mas não deu para tudo e acabei por ir apenas ao cemitério, no regresso queria ir ao Jardim Botânico mas já não deu.
Zagreb merece uma 2ª visita, daqueles city breaks de fim de semana prolongado, 4 dias/3 noites.
Em frente ao edifício do Teatro está o Poço da Vida, esculpido por um famoso artista croata, outra coisa que não vi, pois quando passei junto ao Teatro, foi a visita à cidade de bus e o autocarro não parou, as fotos que fiz foi com o bus em andamento. Daí que, outra vez que eu vá a Zagreb farei muito mais visitas a pé.

6 comentários:

Mar Arável disse...

Boa partilha

Vieira Calado disse...

Olá, amiga!

Certamente

muito agradáveis

as suas férias por essas bandas...

antes que venha o frio...

Beijinhos

As essências das emoções disse...

Linda fotos, um registro futuro, beijinhos.

Sofá Amarelo disse...

Sobre as placas que assinalam os pontos mais importantes, ainda hoje estive numa conferência onde se apontou a falta de sinalização de museus e outros pontos de cultura não só nas cidades como em sítios mais pequenos: e sem sinalização ou com má sinalização são muitos turistas que se perdem e que poderiam deixar alguma mais-valia nas terras por onde passam... enfim, é o Portugal que temos e que teremos por muitos anos porque isto das mentalidades não muda mesmo! Não há hipótese!

Zondra Art disse...

Beautiful post!!!
I was born in Zagreb. Best regards and a kiss, Zondra Art

Lilá(s) disse...

Excelente esta maneira de partilhar.
Bjs