sábado, 6 de novembro de 2010

ZAGREB - GRAVATA




Vocês sabiam que a tradicional gravata nasceu na Croácia?
É verdade.
A gravata nasceu no berço dos croatas e até hoje sua influência atinge mais de 600 milhões de homens ao redor do mundo. Desde as mais simples até as mais sofisticadas, as gravatas também passam por colecções, tendências e cores da moda.
A gravata é um importante acessório para os homens, nos negócios, no mundo do trabalho e até mesmo na hora da conquista. Existem muitas mulheres que ficam fascinadas por um homem elegante de fato e gravata.
História:
Em 1635, um grupo de seis mil soldados e cavaleiros chegaram a Paris manifestando seu apoio a Luis XIII e Richelieu. Entre eles havia um grande número de mercenários Croatas que, separados pelo exílio, permaneceram a serviço do rei francês.
Os croatas despertavam a atenção pelo uniforme tradicional que usavam e principalmente pelo curioso xaile amarrado de uma maneira muito exclusiva ao redor dos seus pescoços.
Os xailes eram feitos de vários tecidos, desde os grosseiros tecidos usados pelos soldados ao mais fino algodão e a seda dos oficiais.
A elegante “moda croata” imediatamente conquistou a França, que se regalou por este novo item do vestuário, o qual era, até então completamente desconhecido na Europa.
O que realmente marcou o uso da gravata em grande escala foi a Guerra dos 30 anos, que arrasou a Europa durante o século XVII, entre os aristocratas protestantes, a Boemia Protestante contra o sagrado Império Romano. O exército francês pertencia ao primeiro grupo e era formado quase todo por mercenários, que tinham como parte da sua veste, um tipo de lenço no pescoço. O rei da Inglaterra quando saiu do exílio na França, levou ao seu país a nova moda. Foi quando o uso da gravata invadiu a Europa, onde também teve a ajuda do frio do continente europeu, aquecendo o pescoço dos homens.
Quem está em busca da autêntica gravata Croata, o melhor lugar é Zagreb.
Na capital da Croácia a prestigiada companhia Kravata-Croata segue à risca a antiga tradição dos fabricantes que passa de geração em geração, no senso cultural, como a marca de identificação de uma nação.
As gravatas croatas são feitas somente de seda italiana de alta qualidade, em vários padrões: twill, woven, jacquard. Tudo é feito à mão e são distinguidos pelos seus vários detalhes de precisão e fabricação impecável. A qualidade destas gravatas, o corte, comprimento e padrão alcançaram o nível do mais alto prestígio como marca registrada mundial.
E é por isso que a gravata Croata mantém o seu símbolo com grande orgulho!

9 comentários:

Graça Pereira disse...

Ora aqui está uma novidade que desconhecia...poderia pensar que a origem talvez fosse a França, agora a Croácia?! Interessantissima a tua crónica, minha querida!
Beijos
Graça

As essências das emoções disse...

bom saber e guardar essa informação, boa semana.Beijinhos.

Hanukká disse...

Gravatas... bem postado, beijos e tenha uma semana de muitas alegrias.



No dia da minha angústia busquei ao SENHOR; a minha mão se estendeu de noite, e não cessava; a minha alma recusava ser consolada. Salmos 77:

O Guardião disse...

Quem diría?
Devo confessar que não sou um adepto da gravata e que me mexo melhor sem ela e com pessoas que a não usam, mas apenas porque trabalho com gente que usa a gravata apenas como símbolo do seu status, e que na prática indicam que são uns inúteis e nem dão pelo ridículo.
Cumps

mundo azul disse...

_________________________________


Obrigada! Aprendi mais alguma coisa... Realmente, eu desconhecia essa origem.


Beijos de luz e o meu carinho!!!

_________________________________

Paula Barros disse...

Não conhecia a história das gravatas, a origem.

A foto ficou bem interessante.

Sofá Amarelo disse...

E alguém pode ensinar como se fazem nós de gravata? Só sei fazer uma espécie de nó embora raramente use gravata!

Lilá(s) disse...

Estamos sempre a aprender!
Bjs

Marlene Maravilha disse...

Estou aqui "ganhando tempo"nos teus momentos perfeitos e é muito bom aprender! Eu nao sabia a história da gravata! Interessante!
beijos querida e fica com Deus!