domingo, 5 de fevereiro de 2012

NAVIO-ESCOLA SAGRES em LISBOA



Para assinalar os 50 anos deste navio-escola estão a decorrer diversas atividades de 4 a 12 de fevereiro no navio atracado nas docas de Alcântara, em Lisboa.
Breve cronologia de uma vida passada no mar

A missão deste navio é complementar a formação teórica da Escola Naval ao possibilitar um profundo contato com a vida do mar a diversas gerações de oficiais da Armada.

O navio foi construído nos estaleiros da Blohm & Voss, em Hamburgo, em 1937, e recebeu o nome Albert Leo Schlageter.

Onze anos depois entrou ao serviço da Marinha do Brasil, e nessa ocasião foi rebatizado de Guanabara.

Em 1961 foi adquirido por Portugal a fim de substituir o antigo veleiro Sagres e dar continuidade às viagens de instrução, dela herdando o próprio nome.

A primeira viagem efetuada com bandeira portuguesa foi entre o Rio de Janeiro (25 de Abril de 1962) e Lisboa (23 Junho do mesmo ano).

Desde essa altura assegura a formação dos futuros oficiais da Armada. Com essas funções efetuou mais de 150 viagens pelos oceanos Atlântico, Pacífico e Índico e pelos mares Mediterrânico, Báltico e Vermelho, entre muitos outros.


Ao serviço de Portugal realizou três voltas ao mundo.

O navio está aberto a visitas ao público em todos os portos onde faz escala. Embarque na aventura.
Curiosidades

60: número de países visitados.

155: número de missões efetuadas entre viagens de instrução e adaptação de cadetes, períodos de treino no mar e missões de representação e de apoio à política externa do Estado.

6 267 dias: tempo total das missões efetuadas, o equivalente a 17 anos consecutivos fora de Lisboa

Diário das Comemorações
Navio aberto a visitas no Cais de Alcântara
Dias 4, 5, 6, 10 e 11 de Fevereiro: 10h00 – 12h00 14h00 – 19h00 20H00 – 23H00
Terça-feira, 7 de Fevereiro:

10h00 – 12h00 20H00 – 23H00
Quarta-feira, 8 de Fevereiro:
Horários: 14h00 – 17h00
Quinta-feira, 9 de Fevereiro:
14h00 – 16h00 Domingo,
12 de Fevereiro: 10h00 – 12h00 14h00 – 18h00
Para mais informações consulte a página da Marinha.

3ª feira - Navio aberto a visitas no Cais de Alcântara

Horários:10h00 – 12h00
20H00 – 23H00O
Programa Portugal no Coração será emitido em direto do NRP Sagres*
Horário: 15h30

4ª feira:
O Programa “José Candeias” da Antena 1 será emitido em direto da Sagres

Horários: 05h00 – 07h00
NRP Sagres comemora 50 anos ao serviço de Portugal
Cerimónia militar comemorativa dos 50 anos do NRP Sagres
Horário: 11h00
Navio aberto a visitas no Cais de Alcântara
Horários: 14h00 – 17h00
Telejornal da RTP emitido da Sagres *
Horário: 20h00

Sábado – dia 11:
Navio aberto a visitas no Cais de Alcântara

Horários:10h00 – 12h00
14h00 – 18h00
Concerto da Banda da Armada na gare Marítima de Alcântara, com a participação especial de Vitorino.
ESGOTADO Horário: 17h00

Dia 13 – 2ª feira:
NRP Sagres regressa à Base Naval de Lisboa


O Infante D. Henrique, figura de proa do NRP Sagres, foi o terceiro filho do rei D. João I e nasceu no Porto a 4 de março de 1394, tendo-se constituído, ao longo da sua vida, como o grande impulsionador da Expansão e dos Descobrimentos Portugueses.


A Cruz de Cristo é o ex-libris do NRP Sagres.

Esta foi pela primeira vez utilizada nas velas dos navios da armada de Pedro Álvares Cabral, embora a sua origem seja bem mais remota.

A cruz vermelha de hastes simétricas, vazada ao centro, era o símbolo da Ordem Militar de Cristo, fundada por D. Dinis em 1317, na sequência da extinção da Ordem dos Templários.

15 comentários:

tulipa disse...

Embora as imagens não sejam do navio-escola Sagres, porque ainda não tive o gosto de o visitar, quem sabe o farei na próxima semana...juntei 2 fotos minhas das cordas que os barcos usam para ficarem presos a terra.

A Sagres içou pela primeira vez a bandeira portuguesa a 8 de Fevereiro de 1962.

Desde então tem assegurado a formação marinheira dos futuros oficiais da Armada, complementando assim as componentes técnica e académica ministradas na Escola Naval.

Nestas funções efectuou mais de 150 viagens, pelos oceanos Atlântico, Pacífico e Índico, mares do Norte, das Caraíbas, do Japão, da China, Mediterrâneo, Arábico, Báltico, Vermelho e Amarelo.

Nos 50 anos ao serviço de Portugal e da Marinha Portuguesa já realizou três voltas ao mundo, com 385 visitas a portos e cerca de 600 000 milhas navegadas e é conhecido como um Embaixador Itinerante ao serviço de Portugal.

Consulte a História e o programa das comemorações dos 50 anos ao serviço da Marinha Portuguesa e vá visitar o Navio que é um dos símbolos de Portugal no mundo.

Capitão-de-fragata
Luís Nuno da Cunha Sardinha Monteiro
Comandante do NRP Sagres

Catarina disse...

Fotos muito bonitas e informacoes muito uteis.
Pena nao estar por perto.

O Guardião disse...

Se a escola de Sagres é apenas um mito, o navio é já um ícone nacional.
Cumps

mfc disse...

Um dia não perderei a oportuniddae de o visitar!

Luis Miguel Inês disse...

Olá amiga obrigado pelas informações, muito úteis.Gostaria de o poder visitar mas...não sei se conseguirei...bjs

MACAU BANGKOK O MAR DO POETA disse...

Estimada Amiga Tulipa,
Como deverá saber estive ligado ao mar durante 25 anos, tendo sido comandante de vários navios.
O Navio Escola Sagres, nas suas duas últimas visitas a Macau, tive o prazer de partilhar com a tripulação e conhecer em pormenor o navio, que correndo vai espalhando o nome do nosso belo país que é Portugal.
No ano findo a Sagres esteve aqui em Bangkok, mas não tive oportunidade de a ir visitar.
A Cruz de Cristo nas velas vai festejar os seus 50 anos.
Abraço amigo

MACAU BANGKOK O MAR DO POETA disse...

http://cambetabangkokmacau.blogspot.com/2010/12/o-navio-escola-sagres-em-bangkok.html

Estimada Amiga Tulipa, segue um link sobre a estada do navio Sagres em Bangkok.
Abraço amigo

Pedro Coimbra disse...

Um navio que é diplomacia flutuante e que originou recentemente um incidente na passagem aqui pelo Oriente.
Presumivelmente não teria sido autorizado a atracar em Macau.
Afinal, a razão para não ter aportado a Macau foi o facto de não poder passar junto à Ponta da Amizade.
Pelo menos foi essa a justificação dada.
Bjs

Nilson Barcelli disse...

Há uma dúvida terrível que eu tenho a propósito deste navio: que tipo de formação será feita, já que tecnologicamente é um navio completamente ultrapassado?
Se fizeres uma visita a bordo, faz essa pergunta...
Beijo, querida amiga.

Sofá Amarelo disse...

Obrigado pelas tuas dicas, estou a pensar lá ir amanhã, quarta-feira. depois conto. Beijinhosssss

Fernando Santos (Chana) disse...

Olá Tulipa, belas fotografias e muito grato pela informação....
Cumprimentos

C Valente disse...

Vou tentar visitar
Saudações amigas

Manuel Luis disse...

Como eu gostaria de visitar esse navio-escola. Portugal a volta do Mundo.
Obrigada pelas detalhadas informações.

xistosa - (josé torres) disse...

Visitei e tive o prazer de "matar a fome", num lauto jantar em 1968 (naqueles tempos em que uma côdea era um manjar).
Estava ancorado em Setúbal.
Não me recordo bem, mas parece-me que para uma desinfestação de roedores... São as minhas ténues recordações.

Duarte disse...

Que pena não estar aí!
É uma ocasião para não desaproveitar, única. Ver um barco assim não é fácil!
Já sabes, a fazer fotografias, para que os que estamos longe também possamos desfrutar.
Um grande abraço