sexta-feira, 8 de junho de 2012

JOSÉ MARIA DA FONSECA


Na imagem abaixo vê-se na parede um expositor com garrafas para venda, embrulhadas em papel verde e vermelho, simbolizando a cor da bandeira de Portugal.

Muitos quadros nas paredes com certificados de prémios recebidos por todo o Mundo, bem como medalhas de ouro, em concursos em Filadélfia, Paris e Barcelona, entre muitos outros.





Guardam orgulhosamente a primeira medalha conquistada, em Paris (1855) que lhes abriu as portas da exportação para todo o mundo, e têm um importante espólio de Moscatéis divididos em duas partes:
antes e depois de 1910 (os mais antigos são de cerca de 1860), demonstrando que a empresa sobreviveu a dois sistemas políticos.


Fundada em 1834 por José Maria da Fonseca, é a mais antiga empresa portuguesa produtora de vinhos de mesa e Moscatel de Setúbal.

O seu fundador foi o responsável por numerosas inovações na vitivinicultura, como a utilização do arado, a criação de um maior compasso entre as cepas, de forma a obterem maior exposição solar, ou a introdução de novas castas na região, como a Castelão/Periquita.




A visita tem início na Sala Museu com uma breve explicação sobre a história da empresa.

Depois de uma passagem pelo jardim, visitam-se as Adegas: a Adega da Mata, onde estagia o vinho Periquita, a Adega dos Teares Novos, onde decorre anualmente a Confraria do Periquita, e a Adega dos Teares Velhos, onde repousam os moscatéis mais antigos da casa.

No final da visita é oferecida a prova de dois vinhos, tinto ou branco e moscatel.

Para grupos maiores que 50 pessoas existe a necessidade de dividir em dois ou mais grupos. O "nosso grupo" era de 33 pessoas.



Responsável:
Sofia Soares Franco



Dia(s) de Encerramento:
Feriados


Horário de Funcionamento:
Das 10:00 horas às 12:15 horas e das 14:00 horas às 17:30 horas.


Marcação prévia:
Sim


Marcas:
Periquita, Lancers, BSE, Albis, Terras Altas, Montado, Vinya, Quinta de Camarate, Pasmados, Domini, José de Sousa, Hexagon, FSF, José de Sousa Mayor, Domini Plus, Moscatel de Setúbal, Alambre 20 Anos, Colecção Privada Moscatel de Setúbal, Triologia, Moscatel Roxo 20 Anos, Bastardinho de Azeitão, Aguardente Espírito, Aguardente Velha Reserva, Colecção Privada DSF.

Visitas guiadas / provas de vinhos:
Visitas guiadas, Provas de Vinhos (para o minimo de 4 pessoas),
Loja de Vinhos e Eventos .



13 comentários:

Ser humano disse...

nao sou apreciadora de vinhos, mas achei cada clique lindo. Bjs

Manuel Luis disse...

Um brinde a essa sabedoria que vai passando aos mais novos. Graças a estes fundadores que temos em Portugal os melhores vinhos do mundo.

Luís Coelho disse...

Não conheço a Região de Setúbal mas pelo que tenho lido tem uma das melhores adegas de vinhos Nacionais.

Famoso esse vinho Moscatel.

tulipa disse...

Em Palmela,
Junho arranca com o
Festival do Moscatel,
a ocupar o Largo de São João de sexta a domingo.

Mostra, prova e venda de Moscatel de Setúbal e Moscatel Roxo, inserida no programa Palmela - Cidade Europeia do Vinho 2012.

E como se não bastasse a doçura do próprio vinho,
serão conhecidas ligações do moscatel à doçaria,
ao chocolate, à gelataria
e haverá ainda oportunidade de pôr à prova a sua utilização em cocktails.

No programa, ainda um lançamento especial:
o dos Bombons de Moscatel de Setúbal.

Nesta iniciativa, que contará com a presença de todos os produtores da Península de Setúbal,
haverá também workshops,
provas comentadas por enólogos, exposições e animação musical.

O festival estreou-se em 2009 e volta agora numa organização conjunta da Câmara de Palmela,
a Associação da Rota de Vinhos da Península de Setúbal/ Costa Azul e a Comissão Vitivinícola Regional da Península de Setúbal.

O evento insere-se no programa de Palmela - Capital Europeia do Vinho 2012 e celebra também o centenário do Moscatel de Setúbal.

mfc disse...

Que visita mais interessante!
Obrigado pela dica... que seguirei em breve nas férias!
Beijinhos,

Maré Viva disse...

Este blog tem sempre algo interessante para transmitir a quem o visita.
Já visitei esta empresa e o seu museu e gostei imenso.

Um abraço.

. intemporal . disse...

.

.

. um momento . de história . coroada pelas medalhas de um bom tempo . que foi . que é . e que continuará a ser . um legado de ouro de quem sabe criar .

.

. um beijo meu .

.

.

Fernando Santos (Chana) disse...

Excelente reportagem....
Cumprimentos

Zé Povinho disse...

Uma empresa respeitável sobre a qual pendia um dito malicioso, que sugeria que "enquanto houver água no Tejo o vinho não faltará". A frase não era bem esta na voz do povo ... até de uvas se faz vinho, era outra frase muito conhecida, mas sem qualquer ligação à dita empresa.
Abraço do Zé

Sonhadora disse...

Minha querida

A tua descrição foi tão boa, que quase que me senti lá.
Uma visita muito interessante de se fazer.

Um beijinho com carinho
Sonhadora

Sofá Amarelo disse...

Já sabia da história da família, é uma marca e uma empresa a ter em conta e a respeitar pelo trabalho que têm desenvolvido em prol da região de Azeitão e Setúbal e não só!

Na auto-estrada para o Algarve / Alentejo podem-se ver as grandes vinhas de que eles são detentores.

Sofá Amarelo disse...

Já sabia da história da família, é uma marca e uma empresa a ter em conta e a respeitar pelo trabalho que têm desenvolvido em prol da região de Azeitão e Setúbal e não só!

Na auto-estrada para o Algarve / Alentejo podem-se ver as grandes vinhas de que eles são detentores.

Dulce B. disse...

excelente foto-reportagem, muitos parabens, bjs.