sábado, 11 de agosto de 2012

PEQUENO-ALMOÇO A BORDO - CRUZEIRO



Há alguns anos que planeava este maravilhoso cruzeiro no DOURO, do Porto até à Régua.

Finalmente concretizei o meu sonho - num dia de céu azul, com algumas nuvens, num rio tão suave, que mais parecia que deslizava numa auto-estrada, sem nenhuma ondulação.

Assim que entramos, encontramos as mesas preparadas para o pequeno-almoço, como se pode ver nas imagens;
na foto abaixo as minhas companheiras de mesa, só nós três naquela mesa, tanto ao pequeno-almoço como ao almoço.

Uma magnífica viagem de 7 horas, saímos às 10h da manhã do cais do Freixo e chegamos à Régua às 17h.





Pequeno-almoço servido a bordo


Subida da Barragem de Crestuma-Lever (desnível 14 metros)

Subida da Barragem do Carrapatelo (desnível 35 metros)

Almoço servido a bordo

17h00 – Chegada à Régua





18 comentários:

tulipa disse...

NOTA:
as fotos foram feitas de dentro para fora do barco, por isso, em algumas fotos vê-se os reflexos no vidro.
No entanto,
tentei que a qualidade das fotos não fosse muito alterada.

tulipa disse...

FOTOS DA PONTE D. LUÍS - PORTO

A Ponte Luís I, popularmente também chamada Ponte D. Luís, é uma ponte em estrutura metálica com dois tabuleiros,
construída entre os anos 1881 e 1888, ligando as cidades do Porto e Vila Nova de Gaia
(margem norte e sul, respectivamente)
separadas pelo rio Douro, em Portugal.

Esta construção veio substituir a antiga ponte pênsil que existia no mesmo local e foi realizada mediante o projecto do engenheiro belga Teófilo Seyrig,
também autor da ponte Maria Pia, ferroviária.

A ponte foi inaugurada em 1886 (tabuleiro superior)
e 1888 (tabuleiro inferior e entrada em total funcionamento).

Na segunda metade do século XIX, o comércio progredia na cidade do Porto.
As fábricas espalhavam-se por todo o bairro oriental da cidade, dito brasileiro.
O tráfego para Gaia e Lisboa crescia a olhos vistos, e a bela Ponte Pênsil não chegava para uma circulação eficaz.

tulipa disse...

Por proposta de lei de 11 de Fevereiro de 1879,
o Governo determinou a abertura de concurso para a "construção de uma ponte metálica sobre o rio Douro, no local que se julgar mais conveniente em frente da cidade do Porto, para a substituição da actual ponte pênsil",
após o governo não ter aceite um projecto da firma G. Eiffel et Cie. que só contemplava um tabuleiro ao nível da ribeira, com sector levadiço na parte central.

Um projecto que mereceu um Grande Prémio na Exposição Universal de Paris de 1878, mas não servia para uma eficaz ligação entre os núcleos urbanos do Porto e Gaia.

Por isso aquele concurso impôs como premissa necessária à concepção de uma ponte de dois tabuleiros.

Apresentaram-se numerosos concorrentes: Société de Braine Leconte,Société des Batignolles (duas soluções), G. Eiffel et Cie., Auguste LeCoq. Andrew Handyside, Société de Willebroek(duas soluções) e John Wixon.

Foi vencedora a proposta da empresa belga Société de Willebroeck, com projecto do engenheiro Teófilo Seyrig,
que já tinha sido o autor da concepção e chefe da equipa de projecto da Ponte D. Maria Pia.

Teófilo Seyrig, enquanto sócio de Gustave Eiffel, assina como único responsável a nova e grandiosa Ponte Luís I.

A construção inicia-se em 1881 e a inauguração acontece a 31 de Outubro de 1886.

tulipa disse...

A estrutura da nova ponte, verdadeira filigrana de ferro,
que passou a ser,
juntamente com a
Torre dos Clérigos, o ex libris por excelência do Porto,
pesava no seu conjunto 3.045 toneladas.

A ponte ficou iluminada por meio de artísticos candeeiros de gás,
24 no tabuleiro superior,
8 no inferior
e 8 nos encontros.

tulipa disse...

NOTA:
Todas as fotografias são da minha autoria e detenho todos os direitos.
O seu uso é proibido sem prévia autorização.

Catarina disse...

Amigos e familiares que já fizeram esse cruzeiro dizem que é um “must”. Também me disseram que se tem que reservar com bastante antecedência. Um cruzeiro que gostaria muito de fazer.

lino disse...

Também tenho o sonho de fazer uma viagem semelhante!
Beijinho

Sofá Amarelo disse...

Passar por baixo das pontes do Porto já é só por si um desejo e uma aventura - agora tomar o pequeno-almoço enquanto se navega e fotografa, é um êxtase, sem dúvida! Que tu aproveitaste bem e ainda bem!

Beijinhosssssss

Dulce disse...

bela reportagem e belas fotos, tambem ias gostar do percurso que fiz pois toda a envolvencia do Douro é maravilhosa, as minhas ultimas fotos no meu blog são de uma das pontes mais antigas de Peso da Régua :) bjitos.

BRANCAMAR disse...

Então estiveste por aqui e fizeste um percurso que quase todo o ano se realiza. É engraçado que já há muitos anos vêm imensos grupos, ainda em Outubro, de excursões organizadas nos países nórdicos, muitas vezes de pessoas já numa idade avançada para fazerem este passeio. Já o fiz uma vez, embora de forma diferente, de comboio até à Régua e regresso de barco, com almoço a bordo, mas o que gostava mesmo era de fazer o percurso da Régua até ao Pinhão, é uma zona mais bela da paisagem duriense e onde se encontram as mais lindas quintas dedicadas ao vinho do Porto.
Normalmente os nórdicos usam o navio-hotel que durante alguns dias vai parando am algumas cidades para visita das mesmas.

Gostei que gostasses, o nosso país tem recantos lindíssimos.

Beijos para ti.
Branca

Ailime disse...

Olá Túlipa,
Essa zona do nosso país é lindíssima e o Douro e as vinhas uma maravilha!
Ainda há dias me falaram nesse cruzeiro, mas esses desníveis...Sou um pouco medrosa.
Um dia destes vou tentar.
Um beijinho e grata por partilhar.
Excelente semana.

MACAU BANGKOK O MAR DO POETA disse...

Estimada Amiga e Ilustre Fotografa Ester Afonso,
Faz já alguns anos que fui de Évora mais uns amigos numa excurção tendo ficado hospedado no hotel Miracorvo em Vila Real, no dia seguinte fomos almoçar numa estalagem à beira mar, cujo nome já me esqueci e depois descemos o rio Douro até ao Porto, adorei o passeio e as maravilhosas paisagens.
Do Porto seguimos no autocarro que nos tinha levado e seguimos para Évora, tenho fotos tiradas nesses locais, irei ver se as encontro.
O barco em que fiz essa viagem não tinha esse requinte como no que andou, era grande mas comida nada.
Abraço amigo

Magia da Inês disse...

♡¸.°.¸♫♫♪
É tão bom quando realizamos um sonho... um cruzeiro é maravilhoso!!!
Bom fim de semana!
Beijinhos.
Brasil
♡彡♫♪°.¸.•°`

rosa-branca disse...

Olá amiga, um percurso que eu adorava fazer, mas que já perdi a esperança. Aqui em casa há quem não goste de viajar. Qualidade das fotos? Caramba Estão magníficas! E eu adorei. Obrigada pela partilha. É tão bom a concretização de um sonho. Beijos com carinho

mfc disse...

Óptimas perspectivas deste Porto sempre lindo!

Beijinhos,

Duarte disse...

Eu fiz a viagem ao revés, em Junho... deram-nos almoço e lanche... e me inspirou assim...

Río Duero, Río Duero,...
Dejaste que surcáramos tus aguas
En un navegar pachorriento,
Cálido, en armonía, placentero...
Iba entrado el verano
y esta aventura quisimos vivir
¡No vimos el rey Moro,
Ni las ninfas del Duero,
Ni las lavanderas,
Ni los barcos Rabelos!
Vimos bellos viñedos
Entre surcos marcados
Vergel pintado al viento
Desde el azul de las cumbres
por ondulantes laderas.
Hasta tus riberas.
Tierras de vino generoso
Que curado ruboriza
fuego que entra en las venas
para alegrar los corazones.
La brisa acariciaba el rostro.
Las exclusas
¡como impresionan!
pero facilitan el navegar,
y a saltos fuimos oliendo
a Porto y a mar.
Las gaviotas nos seguían,
En una bienvenida
A un Porto inmenso.
Una belleza que apasiona
Que visto así, desde abajo,
Aún resulta más bello...
¡Lírico en tu entorno!
A lo lejos el mar...
¡Me detuve en la contemplación!
¡Cuantos Puentes!
Brazos de ferro arqueados,
Cual más bello...
Sobre tu cabello de agua.
Ilustres los esculpieron
¡Algunos repetierón!
Las casas apiladas
Parece que se inclinan
Para mirar tus aguas
En una venia prolongada.
¡Como aquellas torres
Oteando a lo lejos!
Miradas alegres te contemplan
En un adiós momentáneo
Volveremos, para verte,
Y contigo namorar ¡Duero!

Beijinhos de boa amizade

Elisa T. Campos disse...

Mostrar um cruzeiro assim tão bem descrito e fotografado. Adorei.

Parabéns.
Bjs

redonda disse...

Também tenho o sonho de um dia fazer este cruzeiro :)
Gábi