domingo, 27 de fevereiro de 2011

PORTUGUESES PELO MUNDO

Quando descobri este "PROGRAMA" - PORTUGUESES PELO MUNDO - achei fascinante seguir a história de vida de pessoas que foram viver noutras cidades do Mundo.
Depois...li:Estreia esta quinta-feira na RTP1 mais uma temporada da série documental Portugueses Pelo Mundo, uma oportunidade de conhecer as maiores cidades do planeta através do testemunho de portugueses que decidiram sair de Portugal e ir viver para outras paragens. A cidade visitada hoje é Toronto, considerada a capital financeira e do entretenimento do Canadá. Os cicerones vão ser: Luís Medeiros, jornalista, Ana Bailão, vereadora, Pedro Castelo Branco, cientista, Mafalda Silva, designer de moda, e Dália Pinto, investigadora de genética molecular. Ficaremos a conhecer um canal de televisão, o bairro Little Portugal, um hospital pediátrico, uma casa de vinhos, a Bloor Street (onde estão as lojas de marca), e a CN Tower (um dos edifícios mais emblemáticos do Canadá), entre outros.
Só que...a RTP1 tem mudado o horário do programa e ontem, sábado, sem querer, liguei para a RTP1 e estava a começar o programa, desta vez em MARRAQUEXE.




MARRAQUEXE
“Marrocos” significa “Terra de Deus” na língua berbere. Iremos introduzir-nos em Marraquexe, cidade no cruzamento das rotas caravaneiras do deserto e conhecer as suas majestosas e imponentes paisagens, da cordilheira do Atlas aos palmeirais em torno da cidade.

Beatriz Máximo, 38 anos, Empresária. Natural de Unhais da Serra. Leva-nos a uma feira da ladra, e a um mercado tradicional. Depois, percorrendo as ruelas no interior labiríntico da Medina chegamos à famosa Praça Jemaa el Fna, noite dentro.

Luís Covão, 38 anos, Chefe de Escala. Natural de Lisboa. Encontramo-lo no Aeroporto de Marraquexe e atravessamos a cidade até aos jardins andaluzes Agdal onde alimentamos umas carpas gigantes. Experimentamos o mundialmente famoso sumo de laranja na praça Jemaa el Fna, a tempo ainda de regatearmos um tapete marroquino.

Miguel Guedes de Sousa, 39 anos, Diretor de Hotel. Natural de Lisboa. Começamos o dia com o Miguel no seu resort, Amanjena. Em seguida, partimos até ao desconhecido: uma aldeia berbere perdida nas montanhas do Atlas, onde paramos para visitar o mercado Touama.

Gabriel Lousada, 43 anos, Diretor de Hotel. Natural de Castelo de Vide. Visitamos o renovado bairro industrial de Sidi Ghanem, ponto de encontro do mais inovador artesanato marroquino. Leva-nos ao mais conhecido jardim da cidade, o Majorelle, uma obra de restauro paisagístico de Yves Saint Laurent.

João Urbano, 41 anos, Diretor Geral. Natural de Coimbra. O João, por estar envolvido no mercado da alta tecnologia, leva-nos ao Parque Moulay Abdeslam, um cyber-jardim. Vamos depois passear pela zona da Palmeraie e damos uma volta de dromedário.
Assim foi o programa de ontem.

12 comentários:

tulipa disse...

Os portugueses pelo mundo que conhecemos durante as primeiras duas temporadas abriram-nos as portas de cidades distintas.
Cada um dos convidados partilhou parte da sua vida, no seu novo destino.
Uma experiência única como esta faz-nos querer seguir viagem para continuar a descobrir o mais íntimo de cada cultura. Partilhamos convosco para que nos acompanhem numa nova viagem.
Nesta nova temporada entregámo-nos ao encanto do Médio Oriente.
Fomos de um lado ao outro. Chegámos a Marrocos, Israel e Egito. Japão, Peru, Amesterdão e Toronto são os destinos que se juntam a esta viagem. O “Portugueses pelo Mundo” fez novos amigos.
Bem-vindos!
Preparem-se que a viagem está a começar...
foi assim que vi o anúncio de mais uma nova temporada desta série.

tulipa disse...

Mas, pelo que me apercebi, já deu:
TORONTO e não vi...
JAPÃO e não vi...
AMESTERDÃO e não vi...
Ontem vi MARRAQUEXE - MARROCOS.

Será que falta ver:
Israel e Egito. Peru?

Pois, o que me chateia imenso é que os bons programas mudam de dia e horário constantemente. E não tenho oportunidade de gravar.

Pessoalmente considero que estas trocas de horários e dias de semana de transmissão dos programas, contribuem para baixar as audiências dos mesmos e desprestigiá-los.
Pergunto porque não fazem o mesmo com coisas tipo "preço certo" e outros do género, que são transmitidos há anos?!

Mudar os dias e o horário do programa é uma falta de respeito pelos Telespectadores.
Vários dias fiquei à espera de ver o programa nos horários habituais e nada....
Provavelmente só irei ver aqueles que menos interesse tenho.
Já perdi os principais...

Catarina disse...

Tulipa,

Que pena teres perdido esse programa sobre Toronto. Num dos meus últimos posts falei sobre o Distillery District, uma área muito interessante.

Isto foi o que encontrei na net:

"Neste Episódio:
RTP1 > 03-02-2011 | 22:39 | Episódio 1 de 8
TORONTO
Esta terceira temporada do Portugueses pelo Mundo começa com a capital financeira e do entretenimento do Canadá: Toronto. Uma cidade que é conhecida pela boa qualidade de vida da sua população e o multiculturalismo.

Luís Medeiros, com 34 anos, Jornalista, natural de Carregal do Sal. Leva-nos a conhecer a Omni TV, a primeira estação de televisão multicultural do Canadá. Passeamos pelo bairro de Yorkville, o mais chique da cidade e degustamos um delicioso “brunch”.

Ana Bailão, com 36 anos, Vereadora, natural de Alenquer. Mostra-nos a Universidade de Toronto e leva-nos a passear pelo bairro Little Portugal. Vamos acompanhá-la no seu primeiro dia de trabalho como Vereadora da Câmara de Toronto.

Pedro Castelo Branco, com 37 anos, Cientista, natural de Coimbra. Guia-nos numa visita ao hospital pediátrico “Sickkids” onde trabalha. Com o Pedro vamos visitar uma das mais famosas casas de vinho onde é produzido o vinho de gelo e de seguida conduz-nos até as cataratas do Niágara.

Mafalda Silva, com 33 anos, Designer de Moda, natural de Lisboa. Com ela vamos conhecer a Bloor Street, a rua com as lojas das marcas mais importantes do mundo, mas também entraremos numa loja de roupa de segunda mão no mercado de Kensington.

Dalila Pinto, com 38 anos, Investigadora Genética Molecular, natural do Porto. Convida-nos a visitar um dos edifícios emblemáticos do Canadá: a CN Tower. Leva-nos a provar um delicioso chocolate, na antiga destilaria reconvertida num espaço com restaurantes, cafés e galerias, a Distillery District."







Tenho dificuldade em aceitar essas trocas de horários, aliás, não as aceito. Um programa aqui só se atrasa ou é cancelado em circunstâncias muito, muito especiais.

mfc disse...

São estes programas que nos fazem bem!
Somos um grande povo!

ManDrag disse...

Uma estação de televisão que não respeita horários de programação não cumpre com o seu papel de formador cultural. Mais grave ainda sendo um canal de serviço público.

Luís Coelho disse...

Gostaria que me enviasse o seu email porque existem coisas que não devem ser ditas aqui.
Aqui em casa estamos bem. Acabamos de regressar de um fim de semana no Norte. Simplesmente maravilhoso.
Fomos até Vigo e depois descemos por Monção e Valença. Hoje fomos até Melgaço provar o Alvarinho.
Os dias estiveram maravilhosos e hoje confraternizamos na Quinta do Amorinho e degustámos a lampreia.
Já em Leiria o meu filho foi-nos buscar e levou-nos a casa dele jantar.
Esta noite irei dormir com o coração nas nuvens porque amanhã iremos ficar juntos o dia quase todo.
Deus dá-nos sempre mais do que merecemos e tudo isto é maravilhoso.
Desejo que beba um pouco desta alegria mágica que nos torna ainda mais felizes.
Beijinhos cá de casa.

Luís Coelho disse...

Já vi dois programas e gostei mas não vou muito pela TV.

looking4good disse...

Já vi, de facto, aleatoriamente, alguns programas (Espanha, Brasil) e achei interessante. Afinal Portugal e não apenas os portugueses anda espalhado por tudo quanto é sítio, apesar de continuar-mo-nos a considerar em muitos aspectos inferiores. Inferiores, uma ova... Estou com Agostinho da Silva, os portugueses ainda irão ter de novo papel preponderante no Mundo (é preciso é resolver a questão do Sócrates -daquele que mal sabe falar inglês, não do filósofo grego-). Uma boa semana cheia de sorrisos, flores e ...poesia :)

Gaspar de Jesus disse...

TULIPA
Ainda não vi qualquer programa, mas minha mulher vê.
Não poderia estar mais de acordo.
Os Portugueses lá fora são muito estimados e considerados excelentes profissionais.
Digo eu, que até sou pai de uma dessas pessoas que tentam lá fora o que aqui lhes é negado.
bjs
G.J.

Dulce B. disse...

Olá :) concordo totalmente contigo os Portugueses lá fora são estimados e considerados excelentes profissionais, tambem gosto imenso desta série embora já tenha perdido alguns episodios :( o teu blog está interessantissimo, bjitos.

Paula Barros disse...

O programa deve ser muito interessente. Gosto deste estilo de programação, cultura, histórias, gente.

abraço

Maria Valadas disse...

Querida Tulipa... Não vi o programa, mas visitar- te, aprendo muita coisa interessante que se passa pelo mundo.

Bom final de semana, cheio de Saúde e Paz.

Beijinhos.

Maria