quinta-feira, 22 de março de 2012

DIA MUNDIAL DA ÁGUA

Miróbriga entrou na esfera de influência romana a partir do século II a.C. e, no século I d.C., foi implementado um programa de amplas construções, como as do forum.
O aglomerado urbano estendeu-se também, nessa altura, para as zonas mais baixas, onde se implantaram umas TERMAS ou BALNEA.







O objetivo do Dia Mundial da Água é criar um momento de reflexão, conscientização e análise para que sejam elaboradas medidas práticas para a solução do problema.
Foi em 22 de março de 1992 que a ONU fez a divulgação da “Declaração Universal dos Direitos da Água”.

O texto apresenta uma série de medidas, informações e sugestões para conscientizar ecologicamente a população e os governantes.
Não somente nesta data, mas em todos os dias, devemos praticar alguns atos que podem nos ajudar futuramente.

Não podemos jogar lixo nos rios e lagos, devemos economizar a água em nosso dia a dia, reutilizar ela em algumas situações, entre tantas outras maneiras que podemos ajudar o meio ambiente.


HOMENAGEM ao DIA MUNDIAL DA ÁGUA

com a apresentação de algo relacionado com água:

as "termas de Miróbriga"

nesta imagem vê-se o interesse com que o grupo assistia às explicações do Guia que nos acompanhava, na visita guiada



Declaração Universal dos Direitos da Água
Art. 1º – A água faz parte do patrimônio do planeta.Cada continente, cada povo, cada nação, cada região, cada cidade, cada cidadão é plenamente responsável aos olhos de todos.
Art. 2º – A água é a seiva do nosso planeta.Ela é a condição essencial de vida de todo ser vegetal, animal ou humano. Sem ela não poderíamos conceber como são a atmosfera, o clima, a vegetação, a cultura ou a agricultura. O direito à água é um dos direitos fundamentais do ser humano: o direito à vida, tal qual é estipulado do Art. 3 º da Declaração dos Direitos do Homem.
Art. 3º – Os recursos naturais de transformação da água em água potável são lentos, frágeis e muito limitados. Assim sendo, a água deve ser manipulada com racionalidade, precaução e parcimônia.
Art. 4º – O equilíbrio e o futuro do nosso planeta dependem da preservação da água e de seus ciclos. Estes devem permanecer intactos e funcionando normalmente para garantir a continuidade da vida sobre a Terra. Este equilíbrio depende, em
particular, da preservação dos mares e oceanos, por onde os ciclos começam.
Art. 5º – A água não é somente uma herança dos nossos predecessores; ela é, sobretudo, um
empréstimo aos nossos sucessores. Sua proteção constitui uma necessidade vital, assim como uma obrigação moral do homem para com as gerações presentes e futuras.
Art. 6º – A água não é uma doação gratuita da natureza; ela tem um valor econômico: precisa-se saber que ela é, algumas vezes, rara e dispendiosa e que pode muito bem escassear em qualquer região do mundo.
Art. 7º – A água não deve ser desperdiçada, nem poluída, nem envenenada. De maneira geral, sua utilização deve ser feita com consciência e discernimento para que não se chegue a uma situação de esgotamento ou de deterioração da qualidade das reservas atualmente disponíveis.
Art. 8º – A utilização da água implica no respeito à lei. Sua proteção constitui uma obrigação jurídica para todo homem ou grupo social que a utiliza. Esta questão não deve ser ignorada nem pelo homem nem pelo Estado.
Art. 9º – A gestão da água impõe um equilíbrio entre os imperativos de sua proteção e as necessidades de ordem econômica, sanitária e social.
Art. 10º – O planejamento da gestão da água deve levar em conta a solidariedade e o consenso em razão de sua distribuição desigual sobre a Terra.



As termas são das mais bem conservados no país.

Temos as termas este, edificadas no século II d.C.,

e as termas oeste que viram o nascer do dia por volta da segunda metade do mesmo século.

Tanto a escolha topográfica para a implantação, como os materiais para a sua construção foram escrupolosamente pensadas.

Existe uma zona de entrada, com salas para massagens, vestiário, e zona de água fria (frigidarium) e água quente (caldarium).

(fotos minhas)

13 comentários:

Sofá Amarelo disse...

As imagens perfeitas para o Dia Mundial da Água porque a importância da água não vem de agora mas de tempos ancestrais.

Não é possível contar a história da humanidade sem fazer paralelismos com a água e a sua utilização.

Parabéns pela reportagem e pelo texto!

Beijinhosssssss

Sofá Amarelo disse...

As imagens perfeitas para o Dia Mundial da Água porque a importância da água não vem de agora mas de tempos ancestrais.

Não é possível contar a história da humanidade sem fazer paralelismos com a água e a sua utilização.

Parabéns pela reportagem e pelo texto!

Beijinhosssssss

tulipa disse...

MUITO OBRIGADO
PELAS TUAS SIMPÁTICAS PALAVRAS:
As imagens perfeitas para o Dia Mundial da Água porque a importância da água não vem de agora mas de tempos ancestrais.
Parabéns pela reportagem e pelo texto!

mas...
era para veres o outro post "anterior" a esse do
DIA MUNDIAL DA ÁGUA
também sobre Miróbriga!...

para que saibas que
adorei aquele SÁBADO
- todo o programa
desde Miróbriga
até à inauguração da exposição.

Um dia EXCELENTE graças a TI.
Beijos

Luís Coelho disse...

Hoje as crianças começam na escola a aprender a respeitar a água e a saber cuidá-la não a sujando nas nascentes, rios ou ainda nos oceanos.
Este trabalho é uma longa caminhada em que todos aprendemos a respeitar a água fonte de vida.
Ainda assim grandes empresas continuam a sujar a agua e a utilizá-la em coisas que prejudicam todos os outros e o nosso meio ambiente.

aflores disse...

Muito há ainda para fazer, no que diz respeito à água, o seu valor enorme e a nossa obrigação em a respeitar e cuidar.

Tudo de bom.

;)
:)

mfc disse...

Daqui por uns anitos(poucos) vamos festejar o Dia Mundial da Água... privatizada!!

Baby disse...

Sempre tão viajada e tão bem informada!
Nunca é demais dar-lhe os parabéns e agradecer a informação detalhada...
Beijos.

O Guardião disse...

A água é um bem essencial, escasso e finito, ainda que a isso não se dê muita importância, por enquanto.
Cums

Nilson Barcelli disse...

Magnífico post.
Com boas fotos.
Parabéns pela qualidade das tuas palavras.
Querida amiga, tem um bom resto de domingo e uma boa semana.
Beijo.

looking4good disse...

Fotografias sugestivas para mais uma viagem neste caso arqueológica pelo imenso Portugal. Uma boa semana cheia de flores, sorrisos e poesia :)

Manuel Luis disse...

A água é um bem esgotável, o mar pode secar. É insuficiente neste momento. Os rios já não nascem no mesmo sitio.
Este ano, temos a maior seca dos últimos 80 anos.
Preocupo-me com os incêndios provocados pelos criminosos.
Gosto de água a qualquer momento a temperatura natural.
Obrigada pelas fotos.
Beijo

rosa-branca disse...

Olá amiga, mais uma maravilhosa postagem e com belas fotos como vem sendo hábito. Gostei das suas palavras e só não cumpre quem não quer. Beijos com carinho

Zilani Célia disse...

OI TULIPA!
ACHEI LEGAL ESTE TEU POST SOBRE, AS
TERMAS DE MIRÓBRIGA, AS FOTOS ILUSTRAM BEM.
A ÁGUA SEMPRE FOI A MAIOR PREOCUPAÇÃO DO SER HUMANO, EM QUALQUER ÉPOCA, AGORA A TEMOS EM ABUNDANCIA, MAS NÃO SERÁ SEMPRE ASSIM, VAMOS NOS PREOCUPAR, AINDA HÁ TEMPO.
ABRÇS

Zilanicelia.blogspot.com
Click AQUI